Bayern de Munique

Em jogo de cinco gols, Bayern vence Borussia e conquista a Supercopa da Alemanha

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de setembro de 2020 - 17:23 - Atualizado em 30 de setembro de 2020 - 17:45

Detentor da tríplice coroa na última temporada, o Bayern de Munique conquistou mais um título nesta quarta-feira. Atual campeão da Bundesliga, o time bávaro enfrentou o rival Borussia Dortmund, vice-campeão nacional, pela Supercopa da Alemanha, na Allianz Arena. Os comandados de Hansi Flick venceram pelo placar de 3 a 2.

Os donos da casa abriram 2 a 0 na primeira etapa, com Tolisso e Muller. Antes do intervalo, Brandt descontou e recolocou os visitantes na partida. No segundo tempo, Haaland marcou logo no começo e deixou tudo igual, mas Kimmich aproveitou falha da defesa adversária e garantiu mais uma taça para o clube da Baviera.

Com o resultado, o Bayern de Munique chega ao oitavo título da Supercopa em 14 participações. Além disso, os bávaros igualam o retrospecto contra os aurinegros no torneio. Ao todo, foram oito confrontos entre as equipes, com quatro vitórias para cada.

Agora, o Borussia volta a campo no sábado (3), às 10h30 (de Brasília), quando encara o Freiburg, no Signal Iduna Park, pela terceira rodada do Campeonato Alemão. No dia seguinte, às 13h, o Bayern recebe o Hertha Berlin, na Allianz Arena.

O jogo

A partida começou equilibrada, com apenas uma finalização nos primeiros 15 minutos, do Bayern de Munique. Aos 16, o Borussia Dortmund chegou bem com Reus, de volta ao time titular em uma partida oficial depois de sete meses. Haaland achou bom passe em profundidade para o camisa 11, que ajeitou e bateu de perna esquerda, mas viu a bola desviar em Lucas Hernández e sair.

No minuto seguinte, os bávaros tiraram o zero do marcador. Em contra-ataque rápido após cobrança de escanteio dos aurinegros, Davies deixou com Coman, que passou para Muller. O camisa 25 acionou Lewandowski no lado direito, e o centroavante tocou para Tolisso no meio da área. O volante bateu de chapa para defesa de Hitz, mas mandou para dentro no rebote.

Melhor na partida depois do gol, a equipe comandada pelo técnico Hansi Flick ampliou a vantagem aos 31 minutos. Após cobrança de falta, o Bayern trabalhou a bola na intermediária, da direita para a esquerda. Davies recebeu e cruzou na medida para Muller completar de cabeça para as redes.

Contudo, o Borussia não se abateu e descontou antes do intervalo. Aos 38 minutos, o time aurinegro pressionou a saída de bola dos adversários e conseguiu fazer o desarme no campo de ataque. Haaland foi acionado na entrada da área e passou para Brandt, que dominou e bateu forte: 2 a 1.

Na volta para o segundo tempo, o time de Lucien Frave desperdiçou uma grande oportunidade logo no primeiro minuto. Meunier recebeu livre de Dahoud, mas, mesmo com Neuer já caído, errou o alvo e mandou por cima do gol bávaro.

Aos nove minutos, porém, Haaland não perdoou. Lewandowski perdeu a bola intermediária, Delaney ficou com ela e encontrou grande passe em profundidade para o camisa 9, que invadiu a área e bateu colocado, na saída do goleiro, e deixou tudo igual na decisão.

Quatro minutos depois, o centroavante aurinegro mais uma vez saiu na cara do gol. No entanto, o arqueiro do Bayern realizou bela defesa e conseguiu evitar outro tento dos adversários. Depois disso, a intensidade do confronto caiu e, com isso, as chances claras passaram a ser mais raras.

Contudo, o Bayern foi fatal em falha da defesa adversária e marcou o gol da vitória. Aos 36 minutos, Delaney vacilou no meio-campo e perdeu a bola para Kimmich. O camisa 6 tabelou com Lewandowski, saiu na cara do gol e bateu rasteiro em cima de Hitz. Mesmo caído, o volante conseguiu pegar o rebote e empurrar para dentro, garantindo a taça para os bávaros.

FICHA TÉCNICA

BAYERN DE MUNIQUE 3 X 2 BORUSSIA DORTMUND

Local: Allianz Arena, em Munique (ALE)

Data: 30 de setembro de 2020, quarta-feira

Horário: 15h30 (de Brasília)

Árbitro: Bibiana Steinhaus

Assistentes: Marcel Unger e Thomas Stein

VAR: Sascha Stegemann

Cartão amarelo: Lucas Hernández (Bayern de Munique)

Gols: Tolisso, aos 17 minutos do primeiro tempo; Muller, aos 31 minutos do primeiro tempo; Kimmich, aos 36 minutos do segundo tempo (Bayern de Munique); Brandt, aos 38 minutos do primeiro tempo; Haaland, aos 9 minutos do segundo tempo (Borussia Dortmund)

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Pavard (Richards), Süle, Javi Martínez (Musiala) e Lucas Hernández; Kimmich, Tolisso, Coman (Gnabry), Muller e Davies; Lewandowski (Zirkzee).

Técnico: Hansi Flick

BORUSSIA DORTMUND: Hitz; Can, Hummels (Piszczek) e Akanji; Meunier (Schulz), Dahoud, Delaney e Passlack; Reus (Reyna), Brandt (Bellingham) e Haaland (Reinier).

Técnico: Lucien Favre