Botafogo

Em áudio vazado, Montenegro diz que “Botafogo é o maior freguês da história do Vasco”

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de setembro de 2020 - 16:49 - Atualizado em 14 de setembro de 2020 - 17:15

A derrota no clássico para o Vasco fez o Botafogo terminar a rodada na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez, os alvinegros tiveram atuação elogiada, mas não conseguiram o bom resultado.

Nesta segunda-feira, um áudio de Carlos Augusto Montenegro, membro do Comitê Gestor e ex-presidente, vazou e repercutiu na mídia. Nele, o dirigente afirma que o Botafogo poderia ter vencido e fala que os alvinegros tem histórico muito desfavorável contra o Vasco.

“Não é deboche não, o Botafogo é o maior freguês da história do Vasco. Eles têm 160 vitórias, temos 80. O único clube que tem essa disparidade. Já vi jogos que jogamos bem melhor e perdemos. Já vi jogos com os grandes times de 61, 62, 67, e 68, dominávamos os jogos e perdíamos. Hoje estávamos jogando mal no primeiro tempo, fizeram um gol, erro de várias pessoas, o último o Benevenuto. Autuori ficou puto e trocou dois. Depois colocou o africano, empatamos, estávamos jogando bem melhor, de repente em dois lances 3 a 1. Isso é jogo Botafogo x Vasco. fizemos 3 a 2, depois Kalou tropeçou na hora de fazer o gol, depois o Babi que jogou muito mete uma bola na trave, chuta, o goleiro defende deitado. Perdemos para o Vasco. E aí, o que você quer?”, disse.

Montenegro ainda admitiu que o Botafogo tem jogadores fracos. No entanto, ele defendeu as contratações e citou o caso de Pedro Raul, que não entrou bem no clássico deste domingo.

“Quer que eu faça o quê? Não tem dinheiro, folha baixa, não é desculpa, mas são várias coisas. Vocês só criticam, nunca elogiaram nada. Temos alguns jogadores fracos? Claro que temos. Acabamos acertando 8, 9 ou 10 contratações, erramos uma ou duas. Hoje tem o Pedro Raul, há duas semanas estava todo mundo chorando porque o Internacional queria comprar, ‘não deixa ele ir embora’”, declarou.

O Botafogo vai reencontrar o Vasco nesta quinta-feira, no Nilton Santos. Desta vez, o confronto é válido pela Quarta Fase da Copa do Brasil.