Futebol

Elogiado por Muller, Igor Gomes diz que se “divertiu” contra o Corinthians

Gazeta
Gazeta Esportiva

19 de outubro de 2021 - 18:40 - Atualizado em 19 de outubro de 2021 - 19:45

O São Paulo venceu o Corinthians por 1 a 0 nesta última segunda-feira, no Morumbi. Igor Gomes foi titular nos primeiros dois jogos de Rogério Ceni no comando da equipe e vem respondendo dentro de campo. O jovem de 22 anos falou sobre o triunfo no Majestoso em entrevista exclusiva à TV Gazeta.

“Ontem parecia que estava um dia anormal. Estava com muita vontade, inspiração, me diverti dentro de campo. Fazia tempo que não me sentia assim. Jogo grande, torcida, grande adversário… Isso me instigou bastante e espero me sentir assim mais vezes”, disse Igor, que vem atuando como meia pela direita no esquema de Rogério. O jogador, inclusive, foi elogiado por Muller, que não entende como Igor vinha atuando como lateral-direito com Crespo.

O  jovem falou sobre o ambiente de trabalho com Rogério Ceni. “Trabalhar com o Rogério é um imenso prazer, para mim é um exemplo como atleta, pessoa. É cedo para falar do trabalho, demanda tempo. Mas já começou a por suas ideias em prática, seu jeito de jogar e vem dando bons resultados”, afirmou.

O jovem aproveitou e falou um pouco do período de trabalho com Hernán Crespo. Igor não era titular absoluto com o argentino e chegou a atuar como lateral-direito para repor a ausência de Galeano. “Falam que quem se escala é o jogador, mas não acredito muito nisso. Temos que entregar trabalho e isso eu entreguei todos os dias, dei meu melhor. Mas o treinador escolhe quem ele quer, não posso controlar isso. Acho que quando ele me colocou como titular eu respondi, fiz gols. Tive uma sequência boa com o Diniz, o Crespo tem seu jeito de jogar, rodando bastante o time. Dificilmente ele repetia um time do jogo para o outro. E o Rogério chegou, conversou comigo, perguntou se eu gostava de atuar naquela posição e eu disse que me sinto confortável. No meio, aprendi muito na base a fazer todas as fases do meio-campo e estou muito feliz pelos resultados que estamos conquistando”, afirmou

Apesar de não receber tantas chances, Igor reconheceu que evoluiu com Crespo, especialmente na defesa. “Não tenho muita coisa pra falar do Crespo, mas tenho que agradecer a ele o quanto ele me agregou como atleta profissional. Quero fazer todas as funções e sei que nós do meio precisamos marcar mais, e sei que esse não é um dos meus pontos fortes. No São Paulo sempre jogamos mais com a bola nos pés. Com o Crespo, precisava ter algo a a mais na marcação e ele me deu vários toques. Ele me ajudou a ser mais completo hoje”, acrescentou.

Por fim, Igor comentou os elogios que ele recebeu de Ceni ao final da partida. “É muito bacana ter esse elogio do professor, mas é um jogo. Precisamos seguir performando nos jogos para ajudar o São Paulo. Estávamos atrás na tabela e isso estava incomodando. Ficamos no ‘quase’ em outras partidas e foi muito bom vencer justamente um clássico”, declarou.

O próximo jogo do São Paulo será domingo, contra o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista. O Tricolor está na 12ª colocação do Brasileirão, com 34 pontos.