Bastidores

Dudu se declara ao Palmeiras antes da final e prevê retorno

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de janeiro de 2021 - 12:30 - Atualizado em 28 de janeiro de 2021 - 14:15

Depois de ter participado de mais de 300 jogos pelo Palmeiras e de faturar três títulos, Dudu comentou, durante entrevista aos canais ESPN, sobre a ausência na equipe que irá disputar a final da Copa Libertadores, neste sábado, no Maracanã. O jogador do Al Duhail, do Catar, fez uma declaração para a equipe de Palestra Itália

“Infelizmente eu não vou estar na final. Porém, vou estar na torcida pelos meus companheiros. Recebi mensagem de torcedores querendo que eu estivesse nesse momento com o time. Mas, eu me sinto lá dentro com eles, me sinto fazendo parte. Eu gosto muito do clube, tenho um carinho imenso por tudo e por todos. Não conheço a nova comissão técnica, mas conheço os remanescentes e eu me sinto lá dentro. Falo com eles todo dia, principalmente com o Bigode. Vou ficar muito feliz com o título.”, disse Dudu, que ainda está emprestado pelo Palmeiras.

“A final vai ser 11 da noite (horário do Catar), vai ser tranquilo para ver, vou estar torcedor, o coração é palmeirense mesmo eu tendo amizade com Cuca, o Cuquinha, o pessoal da comissão técnico do Santos, mas não dá, não tem jeito, espero que o Palmeiras vença sábado. Fico feliz por ter participado um pouquinho, sei a importância do Palmeiras, para os funcionários, para os jogadores, espero que possa fazer grande jogo”, completou o atacante.

Mesmo longe da equipe há quase um ano, o atacante participou do início desta edição da Copa Libertadores e fez as primeiras duas partidas do Palmeiras na competição. Nessas duas aparições, Dudu conseguiu dar duas assistências, porém, não marcou gols. Mesmo com a saída do meia-atacante, o Verdão seguiu forte na competição, sob o comando de Abel Ferreira.

“É muito complicado escalar um time com tantos jogadores de qualidade. Nós sabemos que ele (Abel Ferreira) viveu um jogo muito bom lá na Argentina. Mas cada jogo é diferente do outro. Só torcemos que quem o Abel escolher esteja em uma tarde iluminada e possa brilhar na final. Espero que ele possa escolher um grande 11, que possam comemorar o título. O elenco está muito motivado para a final e vai tentar dar essa felicidade para a torcida”, completou Dudu.

Dudu ainda deu uma esperança para a torcida palmeirense ao comentar sobre seu retorno.

“Eu estou muito feliz aqui no Catar. Espero ficar aqui, quem sabe, uns três anos. Espero ser comprado, ficar aqui três anos e depois voltar para o Palmeiras, com quase 31 anos.”, disse o maior artilheiro do Palmeiras no século.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.