Athletico

Dorival cobra bom senso da FPF e pede 30 dias de treinos antes da volta do Paranaense

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

26 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 26 de maio de 2020 - 00:00

A volta do futebol no Paraná vem sendo um tema bastante polêmico e discutido nos últimos dias. A Federação Paranaense de Futebol autorizou que os clubes retomem as atividades presenciais e começa a planejar a volta da bola rolando oficialmente. Dorival Júnior, técnico do Athletico, cobrou bom senso da FPF e espera por pelo menos um mês de treinamentos antes da retomada do estadual.

“Faço um apelo para a FPF que nos dê no mínimo 30 dias para reequilibremos o grupo de trabalho e tenhamos igualdade com todas as equipes. Será inaceitável se a Federação marcar de repente um jogo para daqui 10 dias. Isso será um suicídio e não teremos uma qualidade nas partidas apresentadas. Temos que conversar em um momento e acreditar que o futebol vai voltar um dia a normalidade. Não sei quando isso vai acontecer”, falou em entrevista coletiva virtual nesta segunda-feira.

A última partida oficial do Athletico foi no dia 15 de março

Alguns clubes do Paraná se posicionaram à favor desta volta dos treinos e a pressão sobre a FPF só estava aumentando. Maior rival do Furacão, o Coritiba foi um dos times que cobrou a volta e o elenco coxa branca já se reapresentou presencialmente.

Dorival comentou que é necessário um tempo antes das partidas oficiais para que não haja desvantagem.

“Se falarmos que daqui 10 dias teremos uma partida para realizar, dois ou três dias a mais de treinamento vai fazer diferença. Se falarmos que a reabertura será daqui 40 dias, não vai desequilibrar para um lado ou outro. Temos que aguardar a definição”, disse.

Todo o elenco do Athletico Paranaense vem treinando remotamente, acompanhado de perto da comissão técnica e o setor médico do clube.