Bastidores

Domènec Torrent critica calendário brasileiro

Gazeta
Gazeta Esportiva

11 de outubro de 2020 - 12:44 - Atualizado em 11 de outubro de 2020 - 13:00

O Flamengo segue na briga pelo bicampeonato brasileiro com a vitória no clássico sobre o Vasco. No entanto, os rubro-negros vão encarar uma maratona nesta semana, com três jogos em um curto espaço de tempo. O próximo desafio será nesta terça-feira, quando recebe o Goiás, no Maracanã. O técnico Domènec Torrent criticou a sequência de jogos.

“Vamos procurar fazer o melhor time para o próximo jogo. Porque é importante não só o próximo. Depois de dois dias é uma autêntica loucura jogar novamente. Uma autêntica loucura. Ninguém pode jogar bem em 48 horas. Quando o atleta está mais cansado é quando fazem 48 horas. Muitos jogadores que vão jogar o próximo jogo não estarão 100%”, disse.

Alexandre Vidal/Flamengo

O espanhol explicou as razões do Flamengo estar tendo atuações muito melhores no segundo tempo dos últimos jogos.

“Futebol é 11 contra 11, não é 11 contra zero. Se temos mais a bola, normalmente no segundo tempo eles estão mais cansados, e temos mais informações. Assistimos a muitos jogos para preparar o jogo, mas quando enfrentam o Flamengo jogam diferente. Quando você tem informação no intervalo, pode trocar coisas. O Flamengo não joga sozinho. O futebol está muito equilibrado no mundo. Os times estão muito bem preparados. No intervalo temos mais informação e tenho muito mais claro como está jogando o adversário e o que trocamos”, declarou.

Para o confronto contra o Goiás, os rubro-negros seguem sem poder contar com os jogadores que estão com suas seleções pela Eliminatórias.