Esportes

Dome ‘quebra a cabeça’ para montar Flamengo em semana cheia

Gazeta
Gazeta Esportiva

12 de outubro de 2020 - 13:09 - Atualizado em 12 de outubro de 2020 - 13:15

O Flamengo dará sequência à maratona de cinco jogos em 12 dias nesta semana, com a disputa de duas partidas com intervalo de 50 horas. O Rubro-Negro, que venceu o Sport na quarta-feira, e o Vasco no sábado, encara o Goiás nesta terça e o Bragantino na quinta. Os dois jogos pelo Brasileirão serão no Maracanã.

Os problemas do técnico Domènec Torrent para montar a equipe são muitos. Três jogadores estão fora por lesão, o atacante Gabigol, o lateral-direito João Lucas e o goleiro Diego Alves.

Outros quatro atletas que estão servindo as seleções nas Eliminatórias Sul-Americanas, os meias Everton Ribeiro e Arrascaeta, o zagueiro Rodrigo Caio e o lateral-direito Isla, retornam ao Rio na quarta-feira. Entretanto, Arrascaeta sofreu uma lesão de grau 1 no músculo posterior da coxa esquerda e ficará de 10 a 15 dias afastado. O uruguaio está em Montevidéu e só deve retornar ao Brasil na sexta-feira.

Para completar, o meia Diego Ribas levou o terceiro cartão amarelo na partida contra o Vasco e cumprirá suspensão automática.

A expectativa é de que Dome faça um grande rodízio de atletas nas duas partidas. Poupado com desgaste muscular, o zagueiro Natan deve continuar de fora até quinta, quando deverá formar a dupla de zaga com Rodrigo Caio. Contra o Goiás, Gustavo Henrique e Léo Pereira, que jogaram no sábado, devem ser mantidos.

Nas laterais, Matheuzinho deve ser mantido na direita, já que há a expectativa de contar com Isla na quinta. Na esquerda, Filipe Luís deve ser poupado e Renê ou Ramon podem enfrentar o Goiás.

No meio de campo reside o maior problema de Dome. As recentes saídas de Vinícius Souza, Hugo Moura e Piris da Motta deixaram o elenco carente nesse setor. Willian Arão, Thiago Maia e Gerson vêm atuando seguidamente, especialmente os dois últimos. Com Diego fora de ação, é possível que Dome apele para jogadores vindos da base. João Gomes e Pepê vêm treinando com o elenco principal.

Na frente, Pedro é o maior candidato a ser poupado contra o Goiás. Com o afastamento de Gabigol, primeiro por lesão muscular e depois uma torção no tornozelo, o camisa 21 vem atuando em todas as partidas.

“Falo muito com o departamento médico, especialmente com o Dr. Tannure. Durante a semana, percebemos que o Pedro e o Natan eram os mais cansados e tinham risco de lesão”, afirmou Dome no sábado ao explicar a ausência de Natan, e indicar que Pedro também está no limite.

Com todos esses problemas, uma escalação possível para o Flamengo nesta terça-feira é Hugo Souza no gol, Matheuzinho, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Renê, Willian Arão, Thiago Maia (Gerson) e Pepê (Vitinho), Michael, Lincoln e Bruno Henrique.

Depois de enfrentar o Goiás e o Bragantino, o Flamengo terá pela frente o Corinthians no domingo, em São Paulo.