Esportes

Diniz vê Tricolor prejudicado de novo e dispara: “VAR não está fazendo bem ao futebol”

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de novembro de 2020 - 22:17 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 23:30

O técnico Fernando Diniz criticou fortemente o uso do VAR na atual temporada após mais um episódio polêmico protagonizado pela tecnologia em um jogo do São Paulo. Nesta quarta-feira, contra o Ceará, mesmo depois de reiniciar a partida, validando o gol de Pablo, o árbitro voltou atrás na sua decisão, anulando a jogada por impedimento do atacante.

De acordo com a regra, o juiz não pode mudar sua decisão após o reinício da partida, o que aconteceu. Justamente por isso, o São Paulo planeja pedir esclarecimentos à CBF, sobretudo ter acesso aos áudios da cabine do VAR, além da possível anulação do jogo.

“Eu acho muito frustrante, porque o VAR veio para ajudar o futebol. Sou crítico desde o ano passado. Sou a favor do VAR, desde que ele ajude. O erro contra o Atlético-MG foi absurdo, eles demoraram meses ou dias para ceder as imagens, para o São Paulo ter a confirmação de quais imagens eles tinha. Depois daquele jogo, me encontrei casualmente com os árbitros que estavam no VAR e me disseram que tinham uma outra tecnologia, bem diferente da TV”, lembrou Fernando Diniz, se referindo ao gol mal anulado de Luciano quando a partida ainda estava 0 a 0 no Mineirão.

“O erro que aconteceu contra o Atlético-MG não tem nada de interpretativo, o de hoje também não. O erro do juiz em retomar a partida e depois voltar atrás é um erro que está na regra. Fora todos os outros erros cometidos contra o São Paulo nesse ano. Na Copa do Brasil o juiz dá uma falta inexistente na origem do segundo gol do Fortaleza, e aí acabamos passando nos pênaltis. O VAR não está fazendo bem ao futebol e, de maneira especial, está prejudicando o São Paulo em muitos jogos”, completou o treinador.

Apesar do empate, o segundo nas duas últimas partidas da equipe no Brasileirão, Fernando Diniz elogiou o desempenho da sua equipe, que poderia ter saído com a vitória caso fosse mais efetiva na cara do gol. Luan e Vitor Bueno desperdiçaram grandes oportunidades que poderiam selar a vitória são-paulina em Fortaleza.

“Eu acho que a equipe fez uma boa partida, principalmente no primeiro tempo. No segundo, além do gol anulado, tivemos mais chances de gol. Hoje a equipe produziu muito mais que contra o Vasco. Hoje jogamos para ganhar o jogo. Poderíamos ter sido mais intensos para ampliar o marcador, esse foi o nosso grande erro. Baixamos as linhas de marcação, e o Ceará cresceu. Jogar aqui tem o adicional que é mais quente, mais úmido e, contra nós, deixam o campo mais alto e mais seco. Isso facilita a marcação e dificulta quem quer acelerar o jogo”, concluiu.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.