Atlético-MG

Diniz minimiza conversa com Tchê Tchê após Santos x Atlético-MG: “Minha relação é muito mais que aquele deslize”

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de junho de 2021 - 23:23 - Atualizado em 27 de junho de 2021 - 23:30

O técnico Fernando Diniz falou sobre a longa conversa com Tchê Tchê após o apito final de Santos 2 x 0 Atlético-MG neste domingo, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Treinador e jogador protagonizaram um momento marcante na derrocada do São Paulo no Brasileirão: Diniz xingou o jogador durante a partida contra o Red Bull Bragantino.

Ainda no primeiro tempo, Fernando Diniz e Tchê Tchê discutiram e o ex-técnico tricolor chamou seu atleta de “ingrato do c…”,  “perninha do c…”, mascaradinho e ainda disse “Vai se f…”.

“Minha relação com ele é bonita mesmo, autêntica. E em relações há deslizes. A minha relação é muito mais que aquele deslize. É ela que fica. Hoje foi espontâneo e posso falar isso. Minha relação é imensamente maior do que aquilo que quiseram recortar e vender. Uma parte muito pequena do real”, disse Diniz.

A relação de Fernando Diniz e Tchê Tchê é antiga e começou no Audax. Eles foram vice-campeões paulistas pela equipe de Osasco em 2016. Existe uma amizade fora de campo e também a intimidade para os xingamentos, mas o técnico admite que passou do limite.

Diniz foi demitido pelo São Paulo em fevereiro, após a queda de rendimento na reta final do Campeonato Brasileiro, e só voltou a trabalhar três meses depois, no Santos. Tchê Tchê foi negociado com o Atlético-MG em abril.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.