Esportes

Diniz lamenta provável saída de Alison no Santos: “Vou levar para sempre, ele é um homem muito digno”

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de julho de 2021 - 21:23 - Atualizado em 25 de julho de 2021 - 22:00

O técnico Fernando Diniz lamenta a provável saída de Alison do Santos. O volante recebeu uma proposta de 800 mil dólares (R$ 4,1 mi) do Al-Hazem, da Arábia Saudita.

A oferta não empolga muito o Peixe, mas pode ser aceita em reunião do Comitê de Gestão nesta segunda-feira. Alison quer ir.

“Tenho uma admiração enorme pelo Alison. Tem alma de jogador. É muito importante, jogando ou não. Existe um contexto amplo. Ele tem proposta muito boa, proposta que também agrada ao Santos, mas não tem nada fechado. Estamos conversando. Se for bom para todo mundo, ajudando a carreira do Alison e também o Santos, vai acontecer. Eu sentiria falta do jogador, mas principalmente do homem. O convívio foi de apenas dois meses, mas vou levar para sempre. Ele é um homem muito digno”, disse Diniz.

O Santos pesa o contexto da negociação. Alison tem 28 anos, é atualmente reserva e deseja sair pela independência financeira. Os salários na Arábia são consideravelmente superiores.

Se recusar a oferta, o Peixe teria que negociar com Alison por uma valorização salarial. O atleta tem contrato até dezembro de 2022 e recebe abaixo de outros do elenco com status de líder.

Dessa forma, o Santos pode aceitar ou fazer nova contraproposta ao Al-Hazem na segunda-feira. O Peixe leva em consideração a vontade de Alison e a situação financeira difícil.

“Conversamos com Alison e Diniz. Alison é Menino da Vila, todos gostam muito dele pelo futebol e liderança. Proposta é muito boa para ele. Temos que pensar no jogador, mas também colocar os interesses do Santos à frente”, disse o presidente Andres Rueda, em entrevista ao Diário do Peixe.

Cria da base do Santos, Alison tem 264 jogos e era titular e capitão até a chegada de Diniz.