Esportes

Diniz concorda com críticas da torcida, mas evita justificar goleada por desfalques

Gazeta
Gazeta Esportiva

7 de janeiro de 2021 - 06:00 - Atualizado em 8 de janeiro de 2021 - 00:00

Fernando Diniz não quis e nem tinha argumentos para contrariar a torcida após a goleada sofrida para o Red Bull Bragantino em Bragança Paulista. Com o resultado, muitos são-paulinos ficaram furiosos nas redes sociais, e o comandante tricolor não minimizou a péssima atuação da sua equipe na noite desta quarta-feira.

“Temos que saber respeitar o sentimento do torcedor, trabalhar mais, entregar mais. Trabalhar muito para poder entregar essa conquista que o torcedor merece. O torcedor tem todo o direito de se sentir revoltado com a derrota”, afirmou Fernando Diniz.

Um dos motivos levantados para a derrota acachapante do São Paulo no Campeonato Brasileiro foi a ausência de jogadores importantes na partida contra o Red Bull Bragantino. Luciano (inflamação no joelho), Pablo (contratura muscular), Juanfran (questões pessoais), Luan (suspenso) e Toró (covid-19) não foram relacionados para a partida.

Mas, de acordo com Diniz, não foram os desfalques que prejudicaram o rendimento do São Paulo. Após a eliminação na semifinal da Copa do Brasil para o Grêmio, o Tricolor, aparentemente, não conseguiu sacudir a poeira, mas, por sorte, não viu sua vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro diminuir, já que o Flamengo acabou perdendo para o Fluminense no Maracanã.

“Estou contente com o elenco que tenho, é esse elenco que nos trouxe até aqui no Campeonato Brasileiro, que chegou à semifinal a Copa do Brasil. Não tem nada de olhar pro banco e não ter opção. Esse é o nosso time, temos opções. Não foi porque um ou outro não estava em campo que perdemos o jogo. Perdemos o jogo por erros individuais, por mau posicionamento do time em campo”, concluiu Diniz.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.