Esportes

Diniz analisa derrota do Santos para o América-MG e critica arbitragem

Gazeta
Gazeta Esportiva

4 de julho de 2021 - 07:00 - Atualizado em 4 de julho de 2021 - 07:15

A sequência de quatro jogos de invencibilidade do Santos chegou ao fim neste sábado com a derrota de 2 a 0 para o América-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Na visão de Fernando Diniz, no entanto, o Peixe não merecia o resultado negativo.

O treinador destacou a postura do time, mas apontou a falta de pontaria e a má atuação da arbitragem como cruciais para o revés.

“Jogamos bem o primeiro e o segundo tempo. Tivemos chances para fazer o gol. Não conseguimos fazer o gol, mas continuamos bem. A gente criou chance do começo ao final. Tivemos quase o triplo de finalizações. Somado a isso, teve um pênalti extremamente claro por qualquer ângulo. Não é mais ou menos, é muito pênalti. Chega a ser ridículo o lance. Coisa horrorosa, o cara faz pênalti por cima, dando carga, ele pisa no tornozelo. A gente fica revoltado”, comentou em coletiva.

“No primeiro tempo, quando a América propôs uma marcação mais intermediária, com alguns momentos de tentar fazer pressão alta, tivemos o domínio completo do jogo. Tivemos pelo menos quatro chances claras de fazer o gol. No segundo o América fez ajuste para colocar o time um pouco mais pra trás. A gente continuou atacando e tomando um gol em um lance em que provavelmente o jogador tentou cruzar. A equipe jogou bem do começo ao final do jogo, assim como foi contra o Fluminense. O time perdeu muito por conta das nossas imprecisões nas finalizações e pelo erro claro da arbitragem, que também não teve critério nenhum”, completou.

O comandante, aliás, recebeu um cartão amarelo por reclamação no segundo tempo. Com isso, ele chegou a três advertências e, portanto, está suspenso do embate contra o Athletico-PR, na próxima terça-feira.

“O América fez cera do começo ao final. Depois, o punido é o clube e o técnico. Tomei o meu terceiro cartão amarelo. Essa que é a punição. Pra quem quer jogar tem punição. Pra quem não quer jogar fica tudo ok”, finalizou.

Com o resultado, o Alvinegro Praiano estacionou nos 12 pontos, na sétima colocação, e desperdiçou a chance de encostar no G4. O time, aliás, ainda pode cair de posição conforme os resultado dos adversários.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.