Corra Mais

Dicas para sair da zona de conforto e começar a correr agora

Conversamos com o educador físico Danilo Alves, da PG Runners, sobre os primeiros passos para começar a correr

Angelo
Angelo Binder
Dicas para sair da zona de conforto e começar a correr agora
FreePik

20 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 20 de dezembro de 2019 - 00:00

Estima-se que o Brasil ultrapasse os 4 milhões de corredores de rua. A modalidade já atingiu o status de 2° esporte mais praticado no país. Segundo dados do SEBRAE, o número de corredores no país cresce junto com a oferta de provas de corridas que movimentam R$ 3,1 bilhões de reais por ano.

A corrida é um esporte democrático. Devido a praticidade e o baixo custo, ganha adeptos entre pessoas de todas as idades. Mas sair para correr na rua é muito mais que calçar o tênis e abrir a porta de casa. Para uma pessoa sedentária começar a correr alguns cuidados devem ser tomados para evitar lesões, por exemplo. Conversamos com o educador físico Danilo Alves, da PG Runners, assessoria de corrida, sobre os primeiros passos.

Para correr é preciso caminhar

O primeiro passo para quem quer sair da zona de conforto e começar a correr é intercalar corrida e a caminhada. O objetivo dessa prática é fortalecer o corpo, melhorar o condicionamento físico e cardiovascular. “Apesar de correr ser um movimento natural, que o ser humano é capaz de realizar logo após aprender a dar os primeiros passos, é importante ter cautela antes de começar a praticar o esporte para não transformar um hábito saudável em algo arriscado”, ressalta Danilo Alves.  Uma das recomendações do professor para dar os primeiros passos na corrida é intercalar 1 minuto correndo e 4 minutos caminhando e aumentar a velocidade aos poucos.  

3 dicas importantes para sair da zona de conforto

  1. Comece devagar: Cada treino deve ser elaborado individualmente, levando em consideração o preparo, porte físico e o tempo de adaptação de cada para pessoa. No começo, preocupe-se mais com o tempo de treino do que com a intensidade. “O ideal é intercalar um minuto correndo e quatro minutos caminhando e ir aumentando a velocidade aos poucos”, explica Danilo.  
  2. Não corra todos os dias: O excesso de treino também pode prejudicar seu ingresso no “mundo da corrida”. “Se você está começando agora, o melhor é dosar os dias de treinos para conquistar o preparo físico necessário para concluir as distâncias desejadas”, aconselha o educador físico.
  3. Postura: Antes de começar seus treinos, procure fazer alongamento, exercícios de mobilidade e dinâmicos para se condicionar a manter a coluna sempre ereta. “Manter a postura e entender a biomecânica da corrida é fundamental para adquirir um bom desempenho ao longo do tempo e evitar lesões”, finaliza Danilo Alves.

Se você se animou com essas dicas, aproveite para calçar seu tênis e correr mais!

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.