Campeonato Espanhol

Deyverson relembra origem humilde: “Vendia água e fruta na praia”

Gazeta
Gazeta Esportiva
Deyverson relembra origem humilde: “Vendia água e fruta na praia”

18 de novembro de 2020 - 17:52 - Atualizado em 18 de novembro de 2020 - 19:00

O atacante Deyverson, emprestado pelo Palmeiras ao Alavés, da Espanha, concedeu entrevista ao programa La Liga World e comentou sobre o início de temporada na Espanha e sobre a origem humilde no Rio de Janeiro.

Assim como muitos no futebol, Deyverson tem origem humilde e lutou para conquistar seu espaço no esporte. “Eu não tinha nada, trabalhava na praia vendendo água, refrigerante, petiscos… e eu não acreditava que teria forças para mudar aquela situação. Mas consegui tirar forças e passei a crer que se trabalhasse duro eu poderia transformar tudo isso. E foi a junção disso que me fez o jogador que sou hoje, um batalhador que sempre se lembra de quão difícil era na época em que não tinha nada. E eu consigo usar isso para seguir lutando”, disse o atleta.

Os primeiros passos de Deyverson no futebol profissional foram Grêmio Mangatibense, clube da cidade de Mangaratiba, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Ainda muito novo, Deyverson rumou para Portugal e passou por um período de testes no Benfica B, onde ficou por dois anos. Em 2013, foi contratado pelo Belenenses, ainda em Portugal. O atacante brasileiros passou por um longo período em tratamento por conta de uma sequências de lesões e rumou para o Colônia, da Alemanha, em um empréstimo de seis meses. Após a curta passagem na Alemanha, Deyverson seguiu para Espanha, com passagens por Levante e Alavés, até que, em 2017, chamou a atenção do Palmeiras e desembarcou em São Paulo.

De volta à Espnha, Deyverson ainda busca marcar seu primeiro gol na temporada (Foto: Divulgação/La Liga)

No Verdão, Deyverson conquistou o título do Campeonato Brasileiro de 2018 e teve altos e baixos.  Após acumular algumas polêmicas e um grande desgaste com a torcida, foi emprestado novamente ao futebol espanhol, agora para defender as cores do Getafe CF, permanecendo apenas até o meio deste ano, quando retornou ao Alavés.

Com passagem pelo mesmo clube na temporada 2016/2017, o atacante falou sobre o retorno ao time. “Primeiro, meu agente me ligou e disse ‘Dey, tenho uma proposta do Alavés, o que você acha?’, e eu disse que tudo bem, eu já havia jogado no clube na temporada 2016/2017. Gostava muito daqui, conhecia bastante gente e tenho um grande carinho pelo Alavés. Até por isso, nem precisei pensar muito. Eu já havia sido feliz aqui, então poderia muito bem ser de novo”, declarou Deyverson.

Ainda buscando marcar o primeiro gol pelo ex-clube, o começo de Deyverson na LaLiga não foi dos melhores: derrota, em casa, para o Real Betis por 1-0. “No início, pensava que a equipe não estava conseguindo jogar tudo que podia. Precisávamos trabalhar mais. E logo no segundo jogo, as coisas começaram a melhorar. Ainda assim, muitos não acreditavam na gente… até que o Barça nos visitou. Depois desse empate, o progresso ficou evidente. Espero que possamos dar continuidade a isso. Se conseguirmos, tenho certeza de que faremos uma grande temporada e conquistaremos algo”, disse.

A apenas três pontos da zona de rebaixamento, na 15ª posição, Alavés entra em campo no próximo domingo, às 17h (de Brasília), em Mendizorroza, diante do Valência CF, duelo válido pela 10ª rodada do Campeonato Espanhol.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.