Copa São Paulo de Juniores

Destaque na Copinha, camisa 10 chama atenção por perfil raro no Santos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Destaque na Copinha, camisa 10 chama atenção por perfil raro no Santos

4 de janeiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 4 de janeiro de 2020 - 00:00

Lucas Lourenço, de 18 anos, é a liderança técnica do Santos (Foto: Pedro Ernesto Guerra/Santos)

Lucas Lourenço não marcou nenhum dos quatro gols na vitória do Santos sobre o Timon-MA, na estreia do Peixe na Copinha, porém foi um dos destaques técnicos da equipe nesta sexta-feira. O camisa 10 foi o jogador mais participativo do Alvinegro Praiano e já demonstrou suas principais características.

No terceiro tento do Santos, Lucas Lourenço descolou belo passe nas costas da zaga, encontrando Marcos Leonardo, que finalizou com força para ampliar o placar. Antes, o meia já havido participado do segundo gol, quando acertou forte chute no travessão e, na sobra, Allanzinho apenas empurrou para as redes. O camisa 10 brincou sobre o lance após a partida.

“Está me devendo o Allanzinho, vou falar para ele que me deve um almoço depois”, disse o jogador.

Atuando próximo dos atacantes Allanzinho e Marcos Leonardo, Lucas Lourenço é um camisa 10 que, além de armar a equipe, também tem gosto pela finalização. O meia levou perigo em dois arremates de média distância na partida da sexta-feira.

O jogador, inclusive, tem características raras em relação aos meio-campistas da equipe profissional do Santos. Sánchez, Pituca, Evandro e Jean Mota atuaram como “interiores” sob o comando de Jorge Sampaoli, porém nenhum dos quatro são armadores. Cueva tem um perfil semelhante ao de Lucas Lourenço, porém o peruano foi pouco utilizado pelo Peixe na última temporada.

Com a vitória na última sexta-feira, o Santos isolou-se na liderança do grupo 2 da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na próxima rodada, a equipe terá pela frente o Olímpico-SE, na segunda-feira, às 19h15.