Esportes

Desempenho aéreo de dupla de zaga pode ajudar Palmeiras na final da Copa do Brasil

Gazeta
Gazeta Esportiva

21 de fevereiro de 2021 - 07:00 - Atualizado em 22 de fevereiro de 2021 - 00:00

No empate contra o São Paulo, na sexta-feira, pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras contou com as grandes atuações de Gustavo Gómez e Luan para dar poucas chances ao ataque rival. A dupla de zaga alviverde foi fundamental nos duelos pelo alto, neutralizando as tentativas de bolas longas do Tricolor. O bom desempenho aéreo também pode ajudar o Verdão diante do Grêmio, pela final da Copa do Brasil.

Segundo o Footstats, o Palmeiras é o segundo clube que menos sofreu gols de cabeça no Brasileirão, apenas três. Acontece que dois foram justamente contra o Grêmio. No primeiro turno, Ferreira marcou após cobrança de escanteio pela esquerda. Já no segundo turno, Diego Souza balançou as redes alviverdes. Ambos os tentos culminaram em empates por 1 a 1.

Nos dois confrontos diante do Tricolor gaúcho, no entanto, o Verdão não entrou em campo com sua dupla de zaga titular. Na Arena do Grêmio, Luan ficou no banco de reservas, enquanto Gustavo Gómez atuou durante os 90 minutos. No Allianz Parque, o paraguaio foi desfalque por conta de uma lesão na virilha, mas Luan participou de toda a partida.

Com os dois juntos, o Palmeiras poderá ter uma chance maior de parar o ataque gremista. Destaque do time de Renato Portaluppi, o centroavante Diego Souza é o artilheiro do Brasil na temporada, com 28 gols. Desses, dez foram de cabeça.

O primeiro jogo da final da Copa do Brasil será realizado no dia 28, às 16 horas (de Brasília), na Arena do Grêmio. Já a volta será disputada no dia 7 de março, no Allianz Parque, também às 16 horas.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.