Corinthians

Depois de completar um mês de Corinthians, Mancini busca consolidação de novo estilo

Gazeta
Gazeta Esportiva

16 de novembro de 2020 - 06:00 - Atualizado em 16 de novembro de 2020 - 07:15

No último sábado, quando o Corinthians acabou derrotado pelo Atlético-MG, na Neo Química Arena, Vagner Mancini completou um mês desde a sua estreia. Apesar do período curto, o treinador acumula oito jogos à frente da equipe, e agora tenta consolidar o seu estilo no Timão.

De um time mais propositivo, mas com problemas defensivos, como era com Tiago Nunes, o Corinthians tenta agora fortalecer primeiro as dinâmicas de marcação para posteriormente chegar no ataque com intensidade. Assim avaliou o técnico alvinegro depois da partida contra o Atlético-MG.

“O primeiro tempo foi muito bom, e parte do segundo também. Embora a gente fique extremamente chateado por ter perdido da forma como foi, eu vejo evolução. Vejo um time que está jogando melhor, que gosta da bola, está chegando sempre com mais força, que precisa de ajustes, óbvio, mas vejo um time que ao longo desse período tem se acertado. Tem mais coisas positivas do que negativas”

Mudar os mecanismos de jogo da equipe, entretanto, não tem sido fácil com pouco tempo de treino e muitos jogos em sequência. Mancini só conseguiu duas semanas cheias para conseguir trabalhar melhor com seus atletas no CT Joaquim Grava.

Desta forma, segundo o treinador, a dificuldade que ele projetava há um mês continua a mesma no atual estágio do trabalho. Mancini pediu tempo para que os atletas consigam se adaptar ao estilo de jogo mais fortalecido na fase defensiva e com transições rápidas.

“A maior dificuldade hoje ainda é aquela que eu disse no começo do trabalho. Fazer com que um time que vinha jogando nove meses com estímulos diferentes, dentro do mesmo campeonato e da mesma temporada temporada, mude a forma de jogar. Para que seja uma equipe de marcação forte e transições rápidas. O atleta precisa de tempo para que possa responder. Mas vejo do jogo do Athletico-PR para hoje uma grande mudança. Os atletas já entenderam o que a gente tem que fazer em campo. Mas acho que tem que ser por um tempo maior. Temos que jogar 90 minutos dessa forma, o que demanda tempo”, analisou.

Pela segunda vez consecutiva, Mancini terá a semana inteira para preparar a sua equipe e fazer com que os atletas automatizem as ações de jogo. O Timão só volta a campo no domingo, às 20h30, quando recebe o Grêmio na Neo Química Arena.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.