Bastidores

Defesa de Rogério Caboclo nega assédio a funcionária da CBF

Gazeta
Gazeta Esportiva

5 de junho de 2021 - 01:08 - Atualizado em 5 de junho de 2021 - 01:30

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, se defendeu por meio de seus advogados da denúncia de assédio moral e sexual contra uma funcionária da CBF. O dirigente ainda afirmou que vai provar sua inocência.

“A defesa de Rogério Caboclo responde que ele nunca cometeu nenhum tipo de assédio. E vai provar isso na investigação da Comissão de Ética da CBF”, divulgaram os advogados, segundo reportagem do Globo Esporte.

Caboclo foi denunciado por funcionária da CBF nesta sexta-feira na “Comissão de Ética” e “Diretoria de Governança e Conformidade”.

De acordo com a reportagem do GE, a profissional alegou ter provas sobre os episódios que teriam ocorrido desde abril de 2020, inclusive na presença de diretores da entidade.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.