Bastidores

Dedé é derrotado na justiça em ação contra o Cruzeiro e terá que pagar mais de R$ 277 mil

Gazeta
Gazeta Esportiva
Dedé é derrotado na justiça em ação contra o Cruzeiro e terá que pagar mais de R$ 277 mil

29 de janeiro de 2021 - 09:34 - Atualizado em 29 de janeiro de 2021 - 09:45

Nesta sexta-feira, o zagueiro Dedé foi derrotado na justiça mais uma vez. O jogador tenta deixar o Cruzeiro e entrou com pedido de liminar para tentar sair imediatamente. Como noticiado pela rádio Itatiaia, o defensor não conseguiu um mandado de segurança para a rescisão, e agora terá de arcar com os custos do processo, que giram em torno de 277 mil reais.

O desembargador Paulo Maurício Ribeiro Pires, da Justiça do Trabalho, lamentou o argumento apresentado pelo atleta, que disse estar vivendo em situação semelhante à escravidão. Pires considerou a comparação lamentável, principalmente dada a situação em que se encontram muitos brasileiros por conta da pandemia. Os salários do jogador são de aproximadamente 750 mil reais por mês, e o juiz entende que foram pagos normalmente.

Foto: Divulgação/Cruzeiro

O processo ainda pode render mais prejuízos a Dedé. Se no início o zagueiro pedia uma indenização de mais de 35 milhões de reais, e deve receber algo em torno de 13 milhões. O caso ainda será julgado. A última vez que o atleta esteve em campo vestindo a camisa do Cruzeiro foi no dia 19 de outubro de 2019, contra o Corinthians.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.