Esportes

Decreto libera 10% da capacidade do Maracanã para convidados na final da Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

22 de janeiro de 2021 - 17:26 - Atualizado em 22 de janeiro de 2021 - 18:45

O governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, decretou que 10% da capacidade do Maracanã será liberada para convidados credenciados e estafes dos clubes, dos patrocinadores e da Conmebol assistirem a final da Libertadores entre Palmeiras e Santos, no dia 30 de janeiro, às 17h (de Brasília).

Sendo assim, cerca de 7.800 pessoas estarão presentes nas arquibancadas durante o clássico paulista. A decisão foi informada na quinta-feira através do Diário Oficial do Estado. O decreto também descartou a possibilidade de público pagante na decisão, conforme já havia sido anunciado pela Conmebol.

“O evento relativo à etapa final do Torneio Conmebol Libertadores 2020 não terá a presença de público pagante, sendo, no entanto, autorizada a presença de pessoas devidamente credenciadas pela entidade organizadora, inclusive integrantes da coordenação, realização, segurança e patrocínio do evento e das entidades esportivas participantes até o limite máximo de 10% da capacidade do estádio”, informa parte do decreto.

O comunicado oficial ainda afirmou que os espectadores da decisão continental deverão respeitar todas as medidas do protocolo de segurança, criadas por conta da pandemia de covid-19. As pessoas credenciadas terão que apresentar exame PCR negativo com material coletado até cinco dias antes da partida, passar por checagem de temperatura corporal, utilizar máscara durante todo o tempo e ocupar o espaço estabelecido pelos organizadores do evento no estádio.

Já na quinta-feira, o Santos comunicou que 25 sócios-torcedores seriam convidados para a final da Libertadores. Um dia depois, o Peixe sorteou cinco funcionários com ingressos para a decisão. Também nesta sexta-feira, o Palmeiras anunciou que 11 sócios-torcedores terão credenciais para o clássico.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.