Esportes

De volta à melhor versão, Arboleda se redime com a torcida do São Paulo

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de dezembro de 2020 - 08:00 - Atualizado em 28 de dezembro de 2020 - 23:45

Robert Arboleda já viveu altos e baixos desde que chegou ao São Paulo. Contratado em 2017, o zagueiro equatoriano já foi do céu ao inferno algumas vezes, se complicando na maioria das vezes por seu comportamento extracampo. Porém, na atual temporada, o camisa 5 tricolor parece ter se redimido com a torcida.

Depois de ser flagrado nas férias vestindo a camisa do rival Palmeiras, no Equador, e, mais recentemente, aparecer em uma balada lotada, em plena pandemia, sem máscara, Arboleda encontrou a redenção com a ajuda de Fernando Diniz, que deu um voto de confiança ao atleta, e não decepcionou seu comandante, colecionando atuações elogiáveis.

No último sábado, contra o Fluminense, no Maracanã, Arboleda foi implacável. O zagueiro acertou 92% dos passes, se destacando na saída de bola. Nos duelos aéreos também foi bem: 83% de aproveitamento. Nos instantes finais da partida, quando os donos da casa pressionavam em busca do empate, foi fundamental para manter a meta de Tiago Volpi intacta, não dando espaço para os atacantes infiltrarem e realizando desarmes.

Antes disso, contra o Atlético-MG, em confronto direto pela liderança do Brasileirão, Arboleda já havia se destacado por dois duelos mano a mano em que levou a melhor. No fim do primeiro tempo, Vargas saiu em velocidade com o campo livre, mas o equatoriano, a passos largos, alcançou o atacante e fez o corte providencial para evitar o que seria o empate do galo. Depois, no segundo tempo, a vítima foi Marrony, que também arrancava sem marcação, mas foi desarmado de forma limpa.

Justamente por essas participações decisivas nas últimas rodadas, Arboleda parece ter feito a torcida esquecer as birras por causa dos episódios protagonizados por ele fora de campo. Depois de chegar a ser desbancado pelo jovem Diego Costa, outro grande talento da defesa são-paulina, o equatoriano está perto de coroar essa mudança de postura com um ou quem sabe dois títulos ao fim de fevereiro.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.