Chelsea

De olho na Premier League, Chelsea monitora Lukaku e quer reforçar meio de campo e defesa

Gazeta
Gazeta Esportiva

31 de maio de 2021 - 21:31 - Atualizado em 31 de maio de 2021 - 21:45

Thomas Tuchel deseja reforçar o elenco do Chelsea, que venceu a Liga dos Campeões contra o Manchester City. Após conversas com o dono do clube, Roman Abramovich, o técnico alemão pretende contar com três novos jogadores para a próxima temporada, visando o título da Premier League. A informação é do jornal inglês The Guardian.

“Dois ou três [reforços] seria bom, muito bom. Não precisamos de outros sete. Mas temos algumas ideias para tornar o grupo mais forte”, comentou o treinador.

Tendo em vista o desempenho abaixo do esperado de Timo Werner, a contratação de Romelu Lukaku, da Inter de Milão, é o objetivo principal. A diretoria dos Blues vê com bons olhos a compra do atacante, pois a equipe italiana passa por problemas financeiros. No entanto, o Inter, que pagou 74 milhões de euros (cerca de R$ 472 milhões atualmente) ao Manchester United em 2019, não quer perder dinheiro na negociação.

Lukaku, de 28 anos, já defendeu o Chelsea, mas nunca se firmou no clube – disputou 15 jogos e não balançou as redes. Pela Internazionale, jogou 44 partidas na temporada 2020/21: marcou 30 gols e deu dez assistências.

O Chelsea também monitora Harry Kane, mas a negociação é considerada difícil, pois o Tottenham não deseja vender o jogador a um rival direto. Erling Haaland também foi especulado no time londrino, mas o Borussia Dortmund prefere negociar o inglês Jadon Sancho.

Em relação às saídas, o Chelsea pretende vender o zagueiro Fikayo Tomori, que está emprestado ao Milan, o lateral Emerson Palmieri, o volante Ruben Loftus-Cheek, o meia Ross Barkley e o atacante Tammy Abraham. Já o centroavante Olivier Giroud está próximo do Milan.

Caso o zagueiro Kurt Zouma também deixe o Chelsea, a diretoria busca substitutos. Entre os nomes mais cotados estão Niklas Süle, do Bayern de Munique, e Jerome Boateng, que deixará a equipe alemã – e já foi especulado na Roma de José Mourinho.

Por fim, os Blues pretendem contratar um meio-campista. Declan Rice, volante do West Ham e da seleção inglesa, é o principal alvo. No entanto, a equipe não pretende vendê-lo. Caso não seja possível contratá-lo, o Chelsea mira Julian Weigl, do Benfica, Eduardo Camavinga, do Rennes, ou Aurelien Tchouameni, do Mônaco.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.