Corinthians

Danilo fala sobre ansiedade de estrear como técnico e comenta sobre seu estilo de jogo

Gazeta
Gazeta Esportiva

9 de junho de 2021 - 13:51 - Atualizado em 9 de junho de 2021 - 14:30

O ex-jogador Danilo, agora técnico do sub-23 do Corinthians, irá fazer sua estreia em um jogo oficial ,nesta quinta-feira, contra o Santos, pelo primeiro jogo do Brasileirão de Aspirantes, na Fazendinha.

Em entrevista coletiva, o ídolo do Timão falou sobre como espera que seu time atue durante as partidas.

“Sou um jogador que sempre jogou do meio pra frente, então eu priorizo muito a posse da bola. Acho que quanto mais posse você tem mais chances criar oportunidades de gol, mas ao mesmo tempo, sem a bola, no perde-pressiona, cada um no seu posicionamento. Acho que a partir dessa organização tática, você acaba errando menos”, disse.

Contratado em janeiro deste ano, Danilo afirmou que a pandemia atrapalhou a preparação do time.

“A pandemia atrapalhou um pouco. Tive um mês de treinamento, e depois um recesso de acho que 30 dias. Então quer dizer, tudo que a gente tinha ganho naquele um mês de preparação a gente acaba perdendo, então na volta tivemos que começar do zero de novo. Mas o importante é que a gente tenha um grande elenco, um grande grupo. O pessoal se adaptou rápido, a gente readaptou os treinamentos e estamos preparados para fazer uma grande competição”, comentou.

Por fim, o técnico falou sobre a expectativa de realizar o primeiro jogo oficial na nova função e comparou com sua estreia quando foi jogador.

“Na época que a gente tava subindo lá esperando oportunidade no profissional, com uma ansiedade muito grande pra começar o jogo, eu acho que aqui não é muito diferente não. A gente vem num período treinando logo e eu tava louco pra chegar a essa estreia, porque depois que eu parei fiquei dois anos fora do futebol. Procurei ficar fora mesmo, assisti poucos jogos. Então quando você volta, essa vontade de competir a gente nunca perde. Acho que a coisa que eu mais senti nesses dois anos parado foi isso, a adrenalina de entrar pra dentro de campo, da competição, de querer ganhar os jogos. Estou tranquilo quanto ao jogo, mas essa ansiedade de competir fica aflorada”, encerrou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.