Esportes

Cuca valoriza empate do Santos com o Ceará: “Jogo igual, mesmo com um a menos”

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de outubro de 2020 - 19:00 - Atualizado em 28 de outubro de 2020 - 19:30

O técnico Cuca valorizou o empate do Santos em 0 a 0 com o Ceará na tarde desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O Peixe era melhor até a expulsão de Lucas Veríssimo, nos acréscimos do primeiro tempo. Na segunda etapa, o Vozão atacou mais.

“Jogo tem que ser dividido em partes. A parte 11×11 e 10×11. Começamos muito bem, dominando as ações e criando oportunidades. Jogamos com Jobson adiantado ao lado do Jean Mota, criaram movimentações interessantes e envolvemos o Ceará. Criamos muitas chances e precisamos definir quando criamos assim. Bola não entrou ou Prass pegou. A partir da expulsão do Lucas Veríssimo, é normal dar mais espaço ao adversário e há mais desgaste. Em termos de finalização e posse, foi parecido no fim mesmo assim. Dá uma conotação de empate justo. Poderíamos até ter ganho. Nos 30 ou 40 minutos Ceará teve chances, depois reequilibramos a equipe fisicamente e ficou aberto. Não abdicamos de jogar, marcamos pressão e tentamos até o final vencer. A decisão agora é no Ceará. Tudo aberto”, disse Cuca.

“Foi um jogo igual, mesmo com um a menos. Não se viu o Santos recuado. Propomos o jogo assim mesmo. Posse e conclusões foram parecidas. Vamos aguentar o máximo, adversários estão em apenas uma às vezes. Equipes jogam mais descansadas, um dia faz diferença. Quando equilibramos o time fisicamente com trocas, é pensando no amanha, no domingo”, completou.

A decisão ocorrerá na próxima quarta-feira, no Castelão. Novo empate levaria a decisão para os pênaltis. Não há gol fora qualificado na competição.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.