Esportes

Cuca rebate insinuações contra o Santos: “Fiquei quatro dias na UTI, jamais tiraria proveito da covid”

Gazeta
Gazeta Esportiva

10 de janeiro de 2021 - 19:41 - Atualizado em 10 de janeiro de 2021 - 20:00

O técnico Cuca rebateu insinuações contra o Santos após os testes positivos do goleiro John e do zagueiro Wagner Leonardo para a covid-19.

A dupla testou positivo para o novo coronavírus antes da viagem de volta de Buenos Aires, onde o Peixe empatou em 0 a 0 com o Boca Juniors (ARG) na última quarta-feira.

Parte da imprensa argentina levantou a possibilidade do Alvinegro ter escondido o resultado e usou o fato do elenco ter ficado no campo durante o intervalo como argumento.

“Eu não vi eles falarem, ouço burburinhos. Não é verdade que sabíamos dos meninos contaminados. Todos jogaram com teste na mão. Vigilância sanitária da Argentina fez os testes antes de voltarmos e deu que os dois estavam com covid. Podem ter pego na viagem, na própria Argentina… Vieram em avião sanitário, fretamos e pagamos. Falaram por que ficamos no intervalo no campo. O que tem a ver? Vestiário é longe, fiz diversas vezes na minha carreira. O que tem a ver com a covid? Isso não existe. Estamos calejados, tenho 35 anos de futebol e sei que isso é tirar foco do pênalti que não foi dado e jogar numa pressão que de repente possam querer usar no futuro em bastidores. Temos tudo certo, jamais faria qualquer falcatrua. Eu tive covid, fiquei quatro dias na UTI e perdi meu sogro pela covid. Jamais tiraria proveito disso. Jamais”, disse Cuca.

O Santos afirma ter cumprido todos os protocolos de saúde. O resultado para a covid saiu na manhã de quinta-feira, quando John e Wagner Leonardo foram retirados da viagem. A dupla voltou para o Brasil no último sábado em voo sanitário e aguarda por novos exames.