Esportes

Cuca lamenta falta de um meia e cogita mudança no Santos para final

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de janeiro de 2021 - 05:00 - Atualizado em 25 de janeiro de 2021 - 12:00

Cuca segue incomodado com a falta de um meia pronto para ser titular do Santos. O técnico tenta achar alternativas no próprio elenco, mas ainda não conseguiu.

E isso ficou mais uma vez claro na derrota do Peixe por 4 a 3 para o Goiás no último domingo, na Vila Belmiro, quando o treinador novamente mudou a formação tática.

Contra o 3-5-2 do Goiás, Cuca armou o Santos no primeiro tempo com uma linha de três com Pará, Lucas Veríssimo e Luan Peres, Lucas Braga e Felipe Jonatan como alas, Sandry e Diego Pituca no meio-campo e Marinho, Soteldo e Kaio Jorge com liberdade na frente. Uma tentativa de sobrepor a ausência de um armador.

“É uma busca que a gente tem tido ao longo de toda a temporada. Marinho fez com o Kaio Jorge na primeira etapa (a armação), no segundo tempo mais aberto. São lições que a gente tira para o futuro”, disse Cuca.

O técnico foi perguntado se o fato do Palmeiras jogar com quatro meio-campistas pode fazer com que o Santos não atue com quatro atacantes.

“Pode, por isso vamos estudar bem. Tudo pode. Sábado eu tenho que ter um dia perfeito para ter chance de ser campeão. E é o que tentaremos fazer”, avaliou.

Se sacar um atacante, o mais cotado a sair é Lucas Braga. Dessa forma, o Santos teria Alison, Sandry e Diego Pituca; Marinho, Soteldo e Kaio Jorge. A definição ocorrerá ao longo da semana.

O Santos enfrentará o Palmeiras pela final da Libertadores da América no próximo sábado, no Maracanã.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.