Esportes

Cuca evita poupar Santos na Libertadores e quer buscar melhor campanha

Gazeta
Gazeta Esportiva

18 de outubro de 2020 - 06:00 - Atualizado em 18 de outubro de 2020 - 12:45

Com elenco curto e maratona de jogos, Cuca tem sofrido nos últimos jogos para suprir as ausências por lesões na equipe do Santos. Apesar disso, o treinador afirmou que não deve poupar jogadores no próximo jogo da Libertadores, mesmo com o Peixe já garantido na liderança do Grupo H.

“Como vou preservar na Libertadores com grupo enxuto? Não tem como. Maior descanso é jogo. Vamos jogar, temos treinado bem também nesse pouco tempo. Abro mão de dois toques e diversão para treinar o time. Tivemos queda em algumas coisas, como na saída de bola, e temos que treinar mais. Adversário começa a entender, marcar. Todos têm serviço de inteligência. Temos que criar coisas novas. No pouco tempo que tenho, vou treinar. Amanhã não dá, mas depois posso treinar um pouco para jogar contra o Fluminense”, analisou o técnico.

Como argumento para colocar o time titular na próxima terça-feira, contra o Defensa y Justicia, Cuca diz que quer buscar a melhor campanha da primeira fase para decidir os jogos eliminatórios em casa.

“É força total, jogo decisivo para o Defensa y Justicia, Delfin e Olimpia. E para nós pode nos encaminhar para primeiro ou segundo melhor da competição. E podemos mandar jogos em casa. Não podemos abrir mão disso. Em 2013 no Atlético-MG decidimos sempre em casa e fomos os melhores. Vamos tentar de novo, jogo duro na terça”, projetou.

Para o duelo contra o Coritiba, o Santos novamente não pôde contar com Lucas Veríssimo, Alison e Marinho, que se lesionaram justamente nesta maratona de jogos. Por outro lado, outros atletas têm marcado presença constante nas escalações, como os casos de Felipe Jonatan e Pituco.

“Felipe Jonatan fez grande jogo hoje. Outro jogador que joga todos os minutos. Ele e Pituca. Temos medo muito grande. São 100 minutos toda hora. Perdi o Jobson hoje. Temos que ver para tirar eles um pouco quando der, mas não tem como. O maior descanso hoje é jogar”.

Até o momento, o Santos fez 35 partidas na temporada, e Diego Pituca participou de todos eles como titular. Já Felipe Jonatan participou de 33 jogos, desfalcando o time em apenas dois compromissos. Ambos devem estar em campo novamente se Cuca cumprir o planejamento contra o Defensa y Justicia, na terça-feira, às 19h15, na Vila Belmiro.