Esportes

Cuca critica a arbitragem, mas diz que o Santos não merecia sair com a vitória

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de outubro de 2020 - 20:06 - Atualizado em 25 de outubro de 2020 - 20:30

Neste domingo, o Santos enfrentou o Fluminense no Maracanã, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, e saiu derrotado pelo placar de 3 a 1. Em entrevista coletiva, o técnico Cuca criticou duramente a arbitragem de Anderson Daronco. O treinador não gostou dos dois gols alvinegros anulados e da não aplicação do cartão vermelho para Hudson por carrinho em Soteldo.

“Avaliar a arbitragem é ruim, não é função minha. Mas, o lance (do Hudson) era para vermelho. Estava a cinco metros de mim e dele. Não adianta passar essa situação para o VAR. É uma sensação que ele tem que ter no campo, como ele teve ao anular o nosso primeiro gol, que não foi nada. Ele teve uma interpretação de campo de anular e anulou. Então, foi nisso que eu falei que era tudo contra hoje. O segundo gol anulado é interpretativo. Se for buscar o movimento do Arthur, ele para, ele não faz uma carga. O jogo é de disputa de espaço. Se não desse falta em nenhum dos dois gols, passaria. Se desse falta no segundo, está bom. Mas no primeiro, não. Disputa natural de jogo, não tem o que fazer, e era o gol de empate”, declarou o comandante.

“Então, acho que a arbitragem do Daronco hoje foi muito ruim, não deixou o jogo fluir, amarrou o jogo, mas ele é bom árbitro. Esteve em um dia ruim hoje, assim como nós estivemos em um dia ruim e não merecemos vencer, mesmo que que tivessem sido validados os dois gols. São dias ruins que acontecem, como aconteceu para ele, na minha opinião. Não tira nada do que ele significa, que é um excelente árbitro, uma excelente pessoa, que esteve em um dia ruim. E nós não merecemos, jogamos mal e não merecemos vencer”, completou.

Para o duelo contra o Tricolor, Cuca optou por mandar a campo uma formação com três zagueiros de origem, com Felipe Jonatan atuando pelo meio-campo, Luan Peres na lateral esquerda e Laércio formando a dupla de zaga ao lado de Lucas Veríssimo. O treinador santista explicou o esquema.

“Primeiro que com a entrada do Luan, eu ganho a alternativa de diversos movimentos táticos dentro da partida: 3-5-2, 3-4-3 e 4-3-3, que foi geralmente o que se jogou, com o Luan na lateral, ele já fez muitas vezes isso, e com o Felipe Jonatan entrando na meia esquerda, do lado do Jobson e do Pituca. Então, teoricamente, seria um meio-campo forte, com Marinho, Soteldo e Lucas Braga, mas não encaixou. Depois, a gente inverteu logo na metade do primeiro tempo, abrindo o Felipe Jonatan pela esquerda e fazendo duas linhas de quatro, com Soteldo e Marinho soltos. Também não encaixou”, disse.

“Por fim, no segundo tempo, tiramos um zagueiro, passamos o Luan Peres para a zaga e pusemos o Arthur na meia, variando com o Soteldo, o que melhorou um pouco. A equipe ficou muito nervosa durante a partida devido aos erros que tiveram na arbitragem, o jogo que não fluía. Isso enerva muito e, de alguma maneira, afeta o jogador também. Mas eu não transfiro a eles a culpa do resultado”, concluiu.

O técnico do Peixe ainda apontou a semana cheia do Fluminense para treinamentos como decisiva para os adversários, enquanto a equipe paulista teve de jogar na última terça-feira pela Copa Libertadores.

“Sempre tenho falado que precisamos fortalecer o nosso elenco porque as competições são muito duras, e estamos disputando todas elas. O Fluminense teve a semana inteira para trabalhar, joga em casa, faz diferença. E hoje fez. Eles estavam menos desgastados do que nós”, pontuou.

O Santos volta a jogar pelo Brasileirão no próximo sábado (31), às 19h (de Brasília), quando recebe o Bahia, na Vila Belmiro. Antes, porém, o Peixe encara o Ceará pela Copa do Brasil, na quarta-feira.

Com o resultado, o Fluminense ultrapassou o Alvinegro Praiano e o São Paulo, que teve o seu jogo da rodada adiado. O Tricolor assumiu a quarta colocação com 29 pontos, enquanto a equipe santista caiu para o sexto lugar, com 27.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.