Esportes

Cuca acha que sangue de Sóbis pode ter influenciado expulsão de Lucas Veríssimo em Santos x Ceará

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de outubro de 2020 - 19:11 - Atualizado em 28 de outubro de 2020 - 19:30

O técnico Cuca acredita que o sangue de Rafael Sóbis pode ter influenciado na decisão do árbitro Wagner do Nascimento Magalhães de expulsar Lucas Veríssimo durante o empate do Santos em 0 a 0 com o Ceará na tarde desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Veríssimo acertou a cabeça de Sóbis com a chuteira ao tentar interceptar um contra-ataque do Ceará. O atacante precisou de uma touca para estancar o sangue. O lance, na visão de Cuca, não foi intencional.

“Impacto é muito grande porque se perde jogador. É lance interpretativo pelo que me falaram, não vi ainda. Foi casual, não teve intenção. O que faz o ser humano entender assim é que bate na cabeça e sai sangue, é uma região sensível do corpo. Sangue escorre e parece um ato fortíssimo. Ser humano é movido pela emoção. Não descarto essa hipótese. Comentarista de arbitragem disse que poderia ser cartão amarelo também”, disse Cuca, em entrevista coletiva.

Sem Lucas Veríssimo, o Santos mais se defendeu que atacou no segundo tempo e leva a decisão para Fortaleza. O Peixe enfrentará o Ceará na próxima quarta-feira, no Castelão.

Novo empate levaria a decisão para os pênaltis. Não há gol fora qualificado na competição. Quem vencer avança.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.