Bastidores

Cruzeiro é absolvido em processo envolvendo o atacante Rony, do Palmeiras

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de março de 2021 - 21:57 - Atualizado em 30 de março de 2021 - 22:00

O Cruzeiro anunciou nesta terça-feira a absolvição no caso envolvendo o jogador Rony, atualmente no Palmeiras. O processo corria na Fifa e o clube mineiro conseguiu evitar uma multa de R$ 57 milhões no caso e qualquer outra sansão.

O atleta passou pela Raposa e foi emprestado ao Albirex, do Japão. O clube estrangeiro cobrava uma indenização de 10 milhões de dólares (R$ 57 milhões) pelo imbróglio envolvendo ainda o Botafogo e Athletico-PR. Mais tarde, o jogador deixou o Furacão rumo ao Palmeiras.

Além da multa, o Cruzeiro poderia ainda sofrer o transfer ban da Fifa em até duas temporadas – sansão que impede o clube de registrar reforços.

Antes mesmo da Raposa ser absolvida, o processo também correu para o Palmeiras, com o mesmo desfecho da equipe mineira. Já o próprio Rony e o Athletico terão que pagar uma multa ainda sem valor definido.

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, comemorou o encerramento do caso e parabenizou o departamento jurídico do clube: “Esta foi mais uma grande vitória do nosso Departamento Jurídico, em um dos casos jurídicos mais relevantes em nível internacional para nós nos últimos meses. Esse processo se arrastava há algum tempo e estava cheio de pontas soltas. No entanto, com muito trabalho, dedicação e estudos minuciosos, os profissionais do nosso Jurídico conseguiram, com argumentos sólidos, mostrar que o Cruzeiro deveria ser absolvido. Ficam aqui nossos cumprimentos pelo belo trabalho exercido por toda a equipe”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.