Cruzeiro

Cruzeiro apenas empata com o Oeste e despenca para a vice-lanterna da Série B

Gazeta
Gazeta Esportiva

11 de outubro de 2020 - 17:57 - Atualizado em 11 de outubro de 2020 - 19:15

Neste domingo, o Cruzeiro visitou o lanterna Oeste e empatou por 0 a 0, na Arena Barueri, em jogo válido pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Assim, a Raposa chegou ao terceiro jogo sem vencer e caiu duas posições na tabela da competição.

Com o resultado, o Cruzeiro decidiu demitir o técnico Ney Franco. A equipe está com apenas 12 pontos, na 19ª colocação da Série B. Na próxima rodada, o time terá pela frente o Juventude, em casa, na sexta-feira, às 21h30. Enquanto isso, o Oeste foi aos sete pontos, permanecendo na última posição. O próximo compromisso do clube é contra o Confiança, fora de casa, no sábado que vem, às 18h30.

O jogo – Precisando vencer a qualquer custo, o Cruzeiro iniciou a partida pressionando o adversário. Em cruzamento da direita, Arthur Caíke cabeceou rente à trave. Na sequência, Daniel Guedes dominou bonito, porém finalizou por cima do gol. No entanto, o Oeste também chegou. Éder Sciola encontrou Mazinho, que de frente para Fábio perdeu chance incrível.

A primeira oportunidade após o intervalo foi do Cruzeiro. Após sobra dentro da área, Jadson chegou batendo de primeira e mandou muito próximo da meta defendida por Luiz. Mesmo com as trocas feitas por Ney Franco, o time não conseguiu pressionar a Raposa e saiu com um resultado ruim de Barueri. Na última chance da partida, Fábio ainda salvou os mineiros, defendendo cabeçada de Madson.

FICHA TÉCNICA

OESTE X CRUZEIRO

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)

Data: 11 de outubro de 2020, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)

Assistentes: Natal da Silva Ramos Júnior (TO), Fernando Gomes da Silva (TO) e Douglas Marques das Flores (SP)

Cartões amarelos: Matheus Dantas, Gustavo Salomão, Yuri (Oeste); Machado (Cruzeiro)

OESTE: Luiz; Éder Sciola, Renan Fonseca, Matheus Dantas e Gustavo Salomão; Betinho (Lídio), Yuri, Caio (Kauã), Marlon (Madson) e Mazinho (Fabrício Oya); Welliton (Luan)

Técnico: Thiago Carpini

CRUZEIRO: Fábio; Rafael Luiz, Manoel, Ramon e Daniel Guedes; Jadsom Silva (Maurício), Filipe Machado (Régis), Jadson; Airton, Arthur Caíke (Adriano) e Sassá (Zé Eduardo)

Técnico: Ney Franco