Corinthians

Corinthians tem 15 dias para pagar R$ 22 milhões à Prefeitura de SP

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de novembro de 2020 - 17:37 - Atualizado em 23 de novembro de 2020 - 22:15

O Corinthians recebeu um prazo de 15 dias para pagar R$ 22,1 milhões à Prefeitura de São Paulo por ter usado, nos últimos anos, a rua em frente ao Parque São Jorge como estacionamento particular. A determinação foi publicada na edição desta segunda-feira do Diário Oficial.

Em junho, a Juíza Luiza Barros Rozas já havia determinado o cumprimento da sentença. A condenação, na verdade, saiu primeiramente no valor de R$ 19.5 milhões, mas sofreu atualização devido a honorários advocatícios e correções, o que elevou o montante.

Em 2015, cinco anos após o início do processo, o Corinthians retirou grades e muros que marcavam o local para devolver o espaço que foi cedido ao clube em 1996 por 99 anos.

Em nota enviada à Gazeta Esportiva, o Corinthians prometeu procurar a Prefeitura para buscar um acordo.

“O Sport Club Corinthians Paulista aguardava essa decisão da 13ª Vara de Fazenda Pública a respeito de processo iniciado em 2010 e está ciente. O clube vai procurar a Prefeitura de São Paulo a fim de chegar a entendimentos sobre o tema, em consonância com a sentença emitida pela juíza”.

Assim como o clube, que tem eleição presidencial marcada para sábado, a cidade de São Paulo vai definir o novo prefeito em pleito agendado para domingo. Bruno Covas e Guilherme Boulos são os candidatos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.