Bastidores

Corinthians se reinventa em 2020 para recuperar protagonismo no país

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Corinthians se reinventa em 2020 para recuperar protagonismo no país

4 de janeiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 4 de janeiro de 2020 - 00:00

O Corinthians decidiu se reinventar para a temporada 2020, a começar pela filosofia dentro de campo. A contratação do técnico Tiago Nunes representa o abandono de um estilo de jogo que marcou o time nos últimos anos. A expectativa agora é por uma equipe que dê mais valor a posse de bola e apresente um repertório mais qualificado, sem perder a eficiência.

No mercado, o planejamento também mudou completamente. Se em 2019 foram 15 contratações, a maior parte delas composta por atletas que ainda buscam afirmação, agora a ordem é trazer menos jogadores, porém, reforços tarimbados, que cheguem com status de titular e despertem o mínimo de desconfiança.

(Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Para isso, a postura nos bastidores também ganhou incremento novo. O clube se aproximou de um parceiro forte, no caso o banco BMG, e deixou de agir no mercado apenas com recursos próprios.

O plano é fazer do Corinthians novamente protagonista no cenário nacional, dentro e fora de campo, inclusive como atração mais interessante para patrocinadores e parceiros.

A Gazeta Esportiva apurou que, apesar do Tri-Paulista entre 2017 e 2019, as decepções em competições nacionais e internacionais nos últimos dois anos incomodaram. Além disso, a ascensão do Flamengo e a parceria que tem mantido o Palmeiras forte ano após ano, ligaram o sinal de alerta.

O Corinthians quer recuperar seu espaço de destaque no cenário mais amplo, assim como foi durante a maior parte do tempo nesta década. As pessoas que estão à frente do clube, principalmente no futebol, entendem que é o momento de reagir, colocar o time entre os favoritos para todos os títulos que disputar e atrair investidores.

A temporada 2020 está só começando, mas o Corinthians já contratou Luan, está muito próximo de fechar com Victor Cantillo e Sidcley, e ainda quer trazer Michael, a grande revelação do último Brasileirão. Por outro lado, dezenas de atletas foram negociados com outros clubes.

Ninguém sabe se o ‘novo Timão’ dará certo em 2020. A única certeza é que o clube fez uma autocrítica, resolveu mudar a rota e vai iniciar o ano com uma nova mentalidade prática.