Corinthians

Corinthians envia ofício à CBF protestando contra arbitragem do duelo com o Flamengo

Gazeta
Gazeta Esportiva

15 de fevereiro de 2021 - 16:28 - Atualizado em 15 de fevereiro de 2021 - 18:00

O presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, utilizou as suas redes sociais nesta segunda-feira para informar que ele enviou um ofício à CBF para pedir as imagens e os áudios do VAR que serviram para validar o segundo gol do Flamengo na derrota alvinegra por 2 a 1. Além disso, ele também solicitou explicações sobre o critério utilizado nos amarelos distribuídos aos seus atletas.

“Boa tarde, Fiel. Diante do que vimos ontem no Maracanã, voltamos a protestar à CBF, pedindo de novo os áudios e imagens do VAR para verificar a linha traçada no 2º gol do Flamengo e os amarelos dados sem critério. É o que sempre fazemos, quando o clube se sente prejudicado”, escreveu.

“Só não fui pessoalmente à CBF porque a entidade está em recesso, mas já enviei o ofício. Estarei lá ainda nesta semana. Deixo claro: o Corinthians JAMAIS aceitou e NUNCA vai aceitar passivamente esses erros. Queremos gente gabaritada nos jogos finais e exigimos critério igual a TODOS”, completou.

Por fim, o  mandatário ainda pediu “mais seriedade” nas escolhas dos árbitros das partidas, já que o campeonato está em uma semana decisiva. Restam apenas três jogos para o Corinthians encerrar a sua participação e o time ainda sonha com uma vaga na Libertadores.

“Entramos em semana decisiva na briga da tabela, contra Santos e Vasco, e já vemos enorme pressão sobre os árbitros. Tudo o que queremos é a explicação dos critérios utilizados nessas decisões e um pedido por mais seriedade na própria escolha dos juízes”, disse.

O Timão volta a campo agora na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, em partida atrasada da 33ª rodada do Brasileirão. No momento, o Alvinegro está em 10º, com 49 pontos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.