Corinthians

Corinthians de 2021 supera média de gols sofridos com Tiago Nunes e Coelho

Gazeta
Gazeta Esportiva

15 de fevereiro de 2021 - 05:00 - Atualizado em 15 de fevereiro de 2021 - 18:00

O Corinthians voltou a ter problemas defensivos nesse domingo, durante a partida contra o Flamengo.

A última vez que o Timão passou ileso foi na vitória por 3 a 0 sobre o Sport. Na sequência, foram cinco desafios e 10 gols tomados, o que dá uma média de dois gols por partida.

Em 2021, o Corinthians sofreu 14 gols em oito confrontos. A média, nesse caso, também supera um gol por jogo e fica em 1,75.

Tiago Nunes, tantas vezes questionado pela dificuldade em montar um sistema mais seguro, comandou o Corinthians no Campeonato Brasileiro justamente por oito partidas, e a média foi de 1,37 por causa de 11 gols sofridos.

Até com Dyego Coelho o Alvinegro viveu dias melhores na defesa, com oito gols dos adversários em sete jogos, o que dá uma média de 1,14 gols por partida.

É verdade também que nesse mesmo período, a equipe de Vagner Mancini foi mais eficiente na frente, com 15 gols anotados, quatro a mais do que conseguido pelo time com Tiago Nunes. Com Coelho, foram seis gols feitos.

Em todo o Campeonato Brasileiro, o Corinthians já sofreu 44 gols. É o pior número do clube nesse quesito desde a campanha de 2009, quando o time foi vazado 54 vezes.

“A gente acabou diminuindo a estatura do time e estamos sofrendo com isso (bola aérea). A saída do Jô e do Jemerson fez com que a equipe tivesse uma estatura menor. Não justifica os gols, porque entra outras coisas, como atacar bola, mas estamos, de certa forma, pecando em alguns detalhes, e por isso temos tomado muitos gols, e isso me incomoda muito”, comentou Vagner Mancini, ainda no Rio de Janeiro.

A próximo oportunidade para o Corinthians acertar sua defesa será contra o Santos, na Vila Belmiro, quarta-feira, em duelo decisivo para as pretensões das duas equipes, que buscam uma vaga à Copa Libertadores da América.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.