Esportes

Convocada para as Olimpíadas após mudança na regra, Letícia Santos revela emoção: “O impossível aconteceu”

Gazeta
Gazeta Esportiva

4 de julho de 2021 - 15:18 - Atualizado em 4 de julho de 2021 - 15:30

Depois de quase ficar fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio por conta de uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito, a lateral-direita Letícia Santos, do FFC Frankfurt, da Alemanha, fará parte do grupo comandado pela técnica Pia Sundhage. A convocação foi possível graças a uma mudança de regra na disputa da competição de futebol olímpica. A defensora falou sobre a emoção de disputar o torneio e destacou a surpresa pela convocação acontecer na “prorrogação”.

“Tudo tem sido muito especial! Eu acredito que o impossível aconteceu e está acontecendo, porque me lesionei, logo depois, a Olimpíada foi adiada, retornei faz mais ou menos seis meses e tive uma convocação pra Seleção. Acredito que na prorrogação me juntei ao grupo. E isso foi fruto de um trabalho muito árduo, não somente para a recuperação da lesão e pós-lesão, mas de muitos anos com a mentalidade de querer representar o Brasil e estar em uma Olimpíada. Esse não é o fim, e sim, o começo porque temos uma medalha para buscar”, afirmou Letícia.

Após pedido de todas as seleções participantes da competição, a Fifa comunicou que as atletas reservas que haviam sido inscritas, que antes só deveriam ser utilizadas em caso de lesão de outras jogadoras, poderão ser relacionadas a qualquer momento pela comissão técnica ao longo do torneio olímpico..

A lateral ainda ressaltou o trabalho liderado pela comandante sueca e sua comissão. A Seleção Brasileira está em processo de preparação na cidade de Portland, nos Estados Unidos, e embarca para Tóquio no dia 15 de julho. O Brasil fará sua estreia nos Jogos diante da China, no dia 21 de julho.

“Este período está sendo muito intenso, a Pia é uma treinadora de muitos detalhes e quer muito que a gente cresça e estejamos preparados para as partidas que estão por vir. Espero que possamos alcançar uma medalha, claro que o primeiro objetivo é a vitória contra a China e, depois, a classificação no nosso grupo, mas vamos em busca de uma medalha”, finalizou a jogadora.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.