Esportes

Contra o América-MG, Athletico tentará quebrar tabu de 19 anos

Única vitória do Furacão contra o Coelho, em Belo Horizonte, foi pela Copa Sul-Minas de 2002

Guilherme
Guilherme Almeida
Contra o América-MG, Athletico tentará quebrar tabu de 19 anos
No último confronto entre as equipes, Furacão levou a melhor (Foto: Estevão Germano / América-MG)

10 de setembro de 2021 - 17:04 - Atualizado em 10 de setembro de 2021 - 18:02

Além de precisar da vitória para se reabilitar na Série A, o Athletico terá outra motivação para o duelo contra o América-MG, neste sábado (11), às 16h, na Arena Independência, pela 20ª rodada da Série A. O Furacão tentará derrubar um tabu. Não vence o Coelho, jogando na capital mineira, há 19 anos.

Até hoje, as equipes se enfrentaram 20 vezes na história, em partidas válidas pelas Séries A e B do Brasileiro e Copa Sul-Minas. A vantagem é do Furacão, que venceu oito vezes, contra seis vitórias do Coelho e outros seis empates.

No entanto, dos oito triunfos conquistados pelo Athletico, sete foram em Curitiba e apenas um foi em Belo Horizonte. Para se ter uma ideia, o Rubro-Negro nunca venceu o América-MG jogando na Arena Independência. A vitória em questão foi no antigo Estádio Independência. Mas, foi memorável.

Triunfo pela Copa Sul-Minas

No dia 14 de abril de 2002, pela primeira fase da Copa Sul-Minas, o Furacão chegou a estar perdendo por 3 a 1 até os 31 minutos do segundo tempo, e com dois jogadores a menos. No entanto, conseguiu buscar uma virada histórica, e venceu o rival por 4 a 3, com um gol do meia Ilan no último minuto de jogo.

O atacante Dagoberto também brilhou naquela tarde, fazendo três gols. Rinaldo, Lenílson e Robson fizeram os gols do América-MG. Com aquele resultado, o Athletico garantiu à classificação às semifinais da Copa Sul-Minas. O Furacão eliminaria o Grêmio e chegaria à decisão da competição, mas acabaria derrotado.

(Créditos: Transamérica)

Último confronto

No último encontro entre as equipes, válido pela primeira rodada da atual Série A, o Athletico teve dificuldades, mas bateu o América-MG por 1 a 0. O atacante Carlos Eduardo marcou o gol da vitória do Furacão, já na reta final da partida.

(Créditos: ge.globo)

Provável escalação

Para a primeira partida da equipe sem o técnico António Oliveira, que pediu demissão na quinta-feira (09), o Athletico será comandado pelo auxiliar Bruno Lazaroni e pelo diretor técnico Paulo Autuori.

Em campo, o Furacão terá o desfalque do meia Nikão, que cumprirá suspensão automática. Jader deverá ser o substituto. Além dele, o zagueiro Lucas Halter e o atacante Matheus Babi, seguem se recuperando de lesões, e só voltam ano que vem.

Em compensação, o goleiro Santos e o meia David Terans, que estavam com a Seleção Brasileira e Uruguaia na disputa das eliminatórias para a Copa do Mundo, retornam, mas não estão garantidos devido à sequência de partidas. Caso eles não tenham condições fisiológicas, Bento e Erick permanecem como titulares.

Com isso, uma provável escalação tem: Bento (Santos); Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Christian e Erick (David Terans); Jader, Pedro Rocha e Guilherme Bissoli.

América-MG e Athletico se enfrentam neste sábado (11), às 16, na Arena Independência, pela 20ª rodada da Série A. Sem vencer há seis partidas, o Furacão é o nono colocado, com 24 pontos. Já o Coelho ocupa a décima sétima posição, dentro da zona de rebaixamento, com 18 pontos.