Bastidores

Conselho nega recursos de Piffero e ex-vice e exclusão do quadro social do Inter é mantida

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

22 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 22 de maio de 2020 - 00:00

Em reunião virtual realizada na última quinta-feira, o Conselho Deliberativo do Internacional negou os recursos apresentados pelo ex-presidente Vitório Piffero e do ex-vice presidente Pedro Affatato contrários à exclusão do quadro social do clube. Dessa forma, a expulsão dos dirigentes foi mantida.

A sessão contou com a participação de 269 dos 335 conselheiros, que votaram até às 17 horas desta sexta. No total, foram 264 votos negando o recurso, o que representa 98,1%. As defesas dos profissionais solicitaram a prescrição das penalizações, mas foram negadas por 261 votos (97%) a oito (3%). Os dirigentes ainda podem recorrer da determinação na justiça comum.

Vitorio Piffero foi expulso do quadro social do Inter em 2019

Piffero e Affatato foram excluídos do quadro social do Inter em maio de 2019, por decisão do Comitê de Ética do Conselho Deliberativo do clube. O Ministério Público investigou e denunciou os dois pelos crimes de lavagem de dinheiro, falsidade documental, estelionato, organização criminosa e apropriação indébita, praticados durante a gestão de 2015 e 2016 no Colorado.

De acordo com o Ministério Público, foram desviados mais de R$ 13 milhões do clube a favor de ambos. Também foram acusados Emídio Ferreira, ex-vice de Patrimônio, e Carlos Pellegrini, ex-vice de Futebol, que também fizeram parte da gestão de Piffero.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.