Esportes

Compare o início de Brasileirão do São Paulo com o dos grandes clubes rebaixados

Gazeta
Gazeta Esportiva

9 de julho de 2021 - 08:00 - Atualizado em 9 de julho de 2021 - 08:15

Nesta quarta-feira, diante do Internacional, o São Paulo enfim alcançou a sua primeira vitória no Brasileirão de 2021 e, com isso, deixou a zona do rebaixamento. O início de campeonato, no entanto, segue preocupante.

Passadas 10 rodadas, a equipe soma somente oito pontos, com um triunfo, cinco empates e quatro derrotas, além de sete gols marcados e 11 sofridos. Dessa forma, o Tricolor amarga a 16ª colocação, com apenas um ponto a mais que o Sport, primeiro clube dentro da zona do rebaixamento.

Atual campeão paulista, o time do Hernán Crespo corre risco, portanto, de conhecer o seu primeiro descenso para a Segunda Divisão do Nacional.

Em meio a esta possibilidade, a Gazeta Esportiva levantou a campanha dos grandes times do futebol brasileiro nas temporadas em que foram rebaixados, considerando apenas o novo formato do Brasileirão, com 20 clubes, adotado em 2006.

Em 2007, o Corinthians somou 16 pontos nas 10 primeiras rodadas do campeonato, ocupando a sétima colocação. No fim, o Timão ficou em 17º, com 44 pontos.

No ano seguinte, foi a vez do Vasco lamentar a queda. Na décima rodada, no entanto, o time estava bem, com 14 pontos, na sétima colocação. Em 2013, o Cruzmaltino voltou a terminar o torneio entre os quatro piores. Nas 10 primeiras partidas, os cariocas também tinham 14 pontos, mas na nona posição. Dois anos mais tarde, a equipe já começou mal o Nacional, com nove pontos em 10 jogos (18º). Já em 2020, o alvinegro despencou do terceiro lugar na décima rodada, com 18 pontos, para 17º, com 41, na 38ª rodada.

Em 2012, o Palmeiras encontrou dificuldades desde o início do campeonato. Em 10 compromissos, a equipe somou somente sete pontos, na 18ª colocação. No fim, o Verdão se manteve na mesma posição, com 34 pontos.

Duas temporadas depois, quem desceu foi o Botafogo. Passadas 10 rodadas, o Fogão tinha nove pontos e ocupava o 14º lugar. No fim do Nacional, acabou ficando em 19º, com 34 pontos. Em 2020, o Alvinegro voltou a ser rebaixado. Neste caso, o time já estava em 17º ao fim da décima jornada, com nove pontos.

Já em 2016, o Internacional começou o Brasileirão com tudo: 20 pontos conquistados em 10 jogos, na vice-liderança. Entretanto, 28 rodadas depois, o Colorado ficou em 17º, com 43.

Por fim, em 2019, o Cruzeiro conheceu seu primeiro rebaixamento. E a Raposa já começou o torneio oscilando, somando apenas nove pontos nos 10 primeiros compromissos e amargando a 16ª colocação. O clube mineiro encerrou a sua participação em 17º, com 36 pontos.

A atual campanha do São Paulo, portanto, é apenas melhor que a do Palmeiras em 2012.

Confira a campanhas dos grandes clubes nas 10 primeiras rodadas nas temporadas em que foram rebaixados:

Corinthians em 2007 – sétimo, com 16 pontos

Vasco em 2008 – sétimo, com 14 pontos

Palmeiras em 2012 – 18º, com sete pontos

Vasco em 2013 – nono, com 14 pontos

Botafogo em 2014 – 14º, com nove pontos

Vasco em 2015 – 18º, com nove pontos

Internacional em 2016 – vice-líder, com 20 pontos

Cruzeiro em 2019 – 16º, com nove pontos

Vasco em 2020 – terceiro, com 18 pontos*

Botafogo em 2020 – 17º, com nove pontos*

*Vasco e Botafogo tiveram jogos adiados no início do Brasileirão de 2020. Os clubes, portanto, não completaram as 10 primeiras rodadas na ordem.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.