Bahia

Com time misto, São Paulo vence o Bahia com gol de Liziero no apagar das luzes

Gazeta
Gazeta Esportiva

10 de julho de 2021 - 20:55 - Atualizado em 10 de julho de 2021 - 22:15

O São Paulo, enfim, chegou à sua primeira vitória dentro de casa no Campeonato Brasileiro. Recebendo o Bahia na noite deste sábado, pela 11ª rodada da competição, o Tricolor entrou em campo com uma equipe alternativa, já de olho no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, terça, contra o Racing, e teve de suar para garantir o triunfo por 1 a 0, gol de Liziero, aos 47 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o São Paulo se distanciou ainda mais da zona de rebaixamento e começa a deixar o fantasma do descenso para trás. Com onze pontos, o Tricolor começa a aspirar a parte de cima da tabela e chega mais confiante para o jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, no Morumbi.

O Bahia, por sua vez, perdeu a chance de entrar provisoriamente no G4 do Brasileirão. Neste sábado, o time de Dado Cavalcanti foi melhor no primeiro tempo, criando as melhores oportunidades de gol, incluindo bola no travessão, mas não aproveitou e teve de se conformar com o revés no Morumbi.

O jogo – O São Paulo começou a partida pressionando a saída de bola do Bahia, como se acostumou a fazer em seu melhor momento na atual temporada, mas a intensidade exercida no início durou pouco. Aos 12 minutos, os visitantes quase abriram o placar. Tiago Volpi saiu do gol, mas Gilberto chegou primeiro e deu passe para Patrick, que, por sua vez, aproveitou a ausência do goleiro são-paulino para estufar as redes, mas Diego Costa tirou de cabeça, em cima da linha, fazendo ótima leitura do lance.

Embalado, o Bahia voltou a assustar aos 15 minutos. Thaciano recebeu pela direita e finalizou dentro da área, obrigando Volpi a fazer a defesa em bons tempos. O São Paulo respondeu pouco depois com Gabriel Sara, em chute de fora da área, cruzado, mas o meia mandou para fora.

A partir daí o Tricolor ficou mais com a bola, mas não encontrava espaços para, enfim, abrir o placar. A pressão exercida sobre a defesa adversária também diminuiu, e, com isso, o jogo ficou mais sonolento. Apenas na reta final de partida o confronto voltou a esquentar. Aos 30, Reinaldo aproveitou a sobra do cruzamento e, no segundo pau, dentro da área, bateu cruzado, mas faltou pontaria. Depois, aos 37, foi a vez de Pablo testar o goleiro do Bahia, mas Matheus fez a defesa sem maiores problemas.

Antes de as equipes irem para o intervalo, Thaciano fez a torcida do Bahia ficar com o grito de gol entalado na garganta. O meia soltou uma bomba de fora da área e carimbou o travessão de Tiago Volpi, que não tinha chances de defender a bola. Desta forma, coube aos visitantes, que foram melhores no primeiro tempo, se conformarem com o empate parcial.

Segundo tempo

O São Paulo voltou para a etapa complementar mais ligado e logo aos dois minutos de jogo criou uma ótima oportunidade para abrir o placar. Sara recebeu dentro da área e completou para o gol, mas Matheus Bahia apareceu no meio do caminho para desviar, com os braços abertos, mas o árbitro não viu irregularidade no lance. Pouco depois foi a vez de Igor Vinícius descer pela direita, chegar à linha de fundo e cruzar rasteiro, mas Talles e Pablo não alcançaram a bola.

O Tricolor continuou determinado a balançar as redes. Aos 13 minutos, Gabriel Sara saiu cara a cara com o goleiro após rápida tabela na entrada da área e soltou o pé, mas mandou para fora, desperdiçando uma excelente oportunidade.

Depois de um bom início de jogo, o São Paulo voltou a ter dificuldades para furar o bloqueio defensivo do Bahia. Desta forma, o técnico Hernán Crespo decidiu apostar nas entradas de Galeano e Benítez, e foi justamente Galeano quem teve a melhor chance do Tricolor na partida. O paraguaio saiu cara a cara com Matheus Teixeira, mas chutou em cima do goleiro, dentro da área, perdendo mais uma ótima oportunidade para os donos da casa.

Mas, como diz o ditado, o jogo só acaba quando o juiz apita, e, no apagar das luzes, o São Paulo chegou à vitória com Liziero. Reinaldo cruzou na cabeça do volante, que cabeceou livre, dentro da área, para garantir a primeira vitória da equipe no Morumbi neste Brasileirão aos 47 minutos.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 0 BAHIA

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo

Data: 10 de julho de 2021, sábado

Horário: 19h (de Brasília)

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (RJ) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RJ)

VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Gol: Liziero, aos 47 do 2ºT (São Paulo)

Cartões amarelos: Jonas (Bahia)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Diego Costa, Arboleda e Léo; Igor Vinícius (Benítez), Talles (Igor Gomes), Liziero, Gabriel Sara e Reinaldo; Vitor Bueno (Marquinhos) e Pablo (Galeano).

Técnico: Hernán Crespo.

BAHIA: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Luiz Otávio, Ligger e Matheus Bahia; Jonas (Lucas Araújo), Patrick de Lucca (Matheus Galdezani) e Thaciano (Maycon Douglas); Rossi (Óscar Ruíz), Rodriguinho (Thonny Anderson) e Gilberto.

Técnico: Dado Cavalcanti.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.