Esportes

Com ouro, prata e bronze, Brasil brilha no primeiro dia das finais da Copa do Mundo de ginástica

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de junho de 2021 - 23:29 - Atualizado em 25 de junho de 2021 - 23:31

O Brasil se destacou no primeiro dia das finais da Copa do Mundo de ginástica por aparelhos, em Doha, com direito a três pódios. Nesta sexta-feira, Rebeca Andrade foi campeã nas barras assimétricas, enquanto Lorrane Oliveira levou o bronze. Já nas argolas, Arthur Zanetti ficou com a prata.

Classificada para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Rebeca Andrade confirmou que está bem preparada para o torneio ao alcançar a nota 14.500, em uma apresentação de 6.1 de dificuldade e execução de 8.4. Lorrane Oliveira foi bronze com 13.400. A medalha de prata ficou com a ucraniana Anastasiia Bachynska, que somou 13.433.

Nas argolas, Arthur Zanetti enfrentou os principais rivais e ficou com o segundo lugar. Campeão olímpico em 2012 e vice em 2016, o brasileiro teve 14.933 de nota. O grego Eleftherios Petrounias, atual campeão olímpico, venceu a prova, com 15.500.

Caio Souza, generalista do Brasil, tem o individual geral como destaque, mas não fez feio nas argolas, ficando em quinto lugar com 14.566 de nota.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.