Esportes

Com Naomi Osaka acendendo a Pira Olímpica, Jogos de Tóquio é oficialmente inaugurado

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de julho de 2021 - 12:00 - Atualizado em 23 de julho de 2021 - 12:15

Nesta sexta-feira, foi realizada a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O evento teve início com imagens relembrando a trajetória da capital japonesa para sediar a competição desde 2013, quando foi escolhida, passando pelos Jogos do Rio de Janeiro em 2016, até os dias atuais.

Em seguida, foram feitas menções ao esforço que o atletas tiveram para chegar às Olimpíadas mesmo com a pandemia de covid. Foram exibidos vídeos de treinos em casa e atores representando diferentes modalidades. Foi apresentado um segmento representando o esforço do corpo de um atleta e com tiveram de sofrer adaptações durante a pandemia.

Depois, foi realizada uma apresentação que celebrou elementos tradicionais e culturais do Japão. Dançarinos se apresentaram vestidos de bombeiros voluntários, uma tradição de séculos no país asiático. Posteriormente, foram apresentados os cinco Aros Olímpicos, que representam os cinco continentes, iluminados por lanternas, outro elemento milenar da cultura japonesa.

E então, começaram a entrada das delegações. Tradicionalmente, a delegação da Grécia foi a primeiras a entrar no Estádio Olímpico. Depois, a ordem foi seguida de acordo com a alfabeto japonês. O Brasil foi a 151ª a se apresentar, com Bruninho e Ketleyn Quadros como porta-bandeiras. França, sede dos Jogos em 2024, e o Japão, encerraram o desfile dos países.

Dando prosseguimento à cerimônia, os atletas fizeram o juramento para seguir os propósitos Olímpicos e fazer uma competição limpa e justa. Em seguida, um segmento celebrou a diversidade e a inclusão dos Jogos de Tóquio. Drones fizeram o símbolo das Olimpíadas de Tóquio e um terrestre no céu, acompanhado pela trilha sonora é “Imagine”, de John Lenon.

Em seguida, Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), e Seiko Hashimoto, presidente do Comitê Olímpico Japonês, discursaram, e o Imperador do Japão, Naruhito, declarou as Olímpiadas oficialmente abertas. Depois, a bandeira Olímpica foi erguida e milhares de origamis foram soltos pela estádio. Um vídeo apresentou os símbolos da cada modalidade em pictogramas.

Por fim, a chama olímpica foi conduzida e revezada por profissionais da saúde e atletas japoneses, até chegar às mãos de Naomi Osaka. A tenista acendeu a Pira Olímpica, encerrando a cerimônia de abertura e dando início oficial ao Jogos de Tóquio.