Futebol

Com goleiro em pauta, São Paulo prevê mudanças no elenco em 2022

Gazeta
Gazeta Esportiva

26 de outubro de 2021 - 07:00 - Atualizado em 26 de outubro de 2021 - 07:30

O São Paulo prevê algumas mudanças no elenco para a próxima temporada. Independentemente do que Rogério Ceni e seus comandados alcançarão ao fim do Campeonato Brasileiro, a diretoria, desta vez, não apostará na continuidade da grande maioria do plantel, como ocorreu na gestão de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Uma das principais posições em que já há um consenso por um reforço é a de goleiro. Apesar de ter chegado a dar a faixa de capitão para Tiago Volpi no clássico contra o Corinthians, Rogério Ceni já manifestou o desejo de poder contar com mais uma opção para brigar, de fato, pela titularidade.

Atualmente, Lucas Perri e Thiago Couto, ambos revelados pelas categorias de base, completam o quadro de goleiros do elenco profissional, mas nenhum deles conseguiu convencer as diferentes comissões técnicas que passaram pelo clube nos últimos anos que merecem ser titulares.

Perri chegou a ser emprestado ao Crystal Palace, da Inglaterra, em 2018, e esteve próximo da uma transferência em definitivo, mas o clube inglês acabou não exercendo a opção de compra fixada em 4,5 milhões de euros (R$ 20 milhões à época) ao fim do vínculo provisório.

Pelo menos por enquanto a diretoria do São Paulo ainda não avalia nomes para a posição de goleiro, embora Ivan, da Ponte Preta, e Felipe Alves, do Fortaleza, tenham sido ventilados no Morumbi. O foco de Rogério Ceni está em tentar levar o Tricolor para a Libertadores, objetivo que vem se tornando cada vez mais difícil com o passar das rodadas.

Vale lembrar que não é apenas no gol que o São Paulo deverá ter novidades para a próxima temporada. Devido ao alto custo para a aquisição de Galeano e Martín Benítez, a diretoria pode acabar optando por outros caminhos, já que não dispõe de um alto poderio financeiro. Outros atletas também podem ser utilizados como “moeda de troca” em futuras negociações.