Cruzeiro

Com dois acessos à Série A, volante do Cruzeiro revela segredo do sucesso na Segundona

Gazeta
Gazeta Esportiva

24 de maio de 2021 - 15:32 - Atualizado em 24 de maio de 2021 - 15:45

No próximo sábado, às 16h30, o Cruzeiro faz sua estreia pelo Brasileirão Série B. O primeiro duelo da Raposa na competição nacional será fora de casa contra o Confiança.

Para retornar à elite do futebol brasileiro, o clube celeste conta com um jogador que conhece bem a Segundona. Trata-se do volante Matheus Barbosa, que disputou duas vezes a Série B e conquistou o acesso nas duas oportunidades. Em 2018, ele subiu vestindo a camisa do Avaí e, na última Série B, a ascensão veio pelo Cuiabá.

Com 48 jogos na Série B, tendo 25 vitórias, 13 empates, 10 derrotas e três gols marcados, Matheus ressaltou o diferencial para se conquistar o acesso. “Vejo como fator primordial iniciar as primeiras rodadas pontuando o máximo possível. É na largada que você consegue criar uma gordura e também é nesse momento que as equipes ainda estão encontrando sua formação ideal. Acredito numa Série B bastante equilibrada pela qualidade das equipes. Por isso, precisamos arrancar bem”, comentou o volante.

O jogador já foi elogiado publicamente pelo técnico Felipe Conceição, principalmente pela sua característica de jogo. O treinador cruzeirense enalteceu o fato de Matheus Barbosa ser um atleta moderno, que ajuda na marcação, mas também na criação de jogo. Não à toa, que mesmo sendo um volante, ele é o artilheiro da Raposa na temporada ao lado de William Pottker, com três tentos.

“Representa muito para mim como volante ser o artilheiro do time. Tenho evoluído ofensivamente, principalmente com os conselhos que o treinador Felipe Conceição tem me dado. Procuro estudar também outros jogadores da posição que tem essa característica de área a área e estou feliz em contribuir com o time fazendo gols”, explicou o atleta de 26 anos.

Em 15 jogos na temporada, o Cruzeiro sofreu apenas 10 gols. Além de ajudar ofensivamente, Matheus Barbosa vem sendo importante também defensivamente, auxiliando a Raposa a sofrer poucos tentos. No último Campeonato Mineiro, por exemplo, o volante foi o líder de desarmes entre os jogadores alvicelestes no estadual.

“Compartilho o mérito com todos do elenco. Entendemos a maneira de trabalhar do Felipe Conceição e vejo um Cruzeiro evoluindo. Além disso, a nossa equipe tem demonstrado muita raça nos jogos, brigando por todas as bolas. Nosso time é aplicado taticamente e consegue fechar bem os espaços. Vamos procurar manter esse estilo na Série B e eu espero seguir com bons números também defensivos”, concluiu.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.