Maicon
Maicon Wellington

12 de agosto de 2019 - 00:00

Atualizado em 12 de agosto de 2019 - 00:00

Brasileirão Série A

Com auxilio do VAR, Botafogo vira sobre o Athletico Paranaense

Com auxilio do VAR, Botafogo vira sobre o Athletico Paranaense
Com auxilio do VAR, Botafogo vira sobre o Athletico Paranaense

Jogando no Engenhão, no Rio de Janeiro, o Athletico Paranaense abriu o placar com Thonny Anderson, mas sofreu a virada em um pênalti marcado com o auxílio do VAR. Diego Souza converteu a cobrança que garantiu a vitória carioca.

A derrota custou caro ao Furacão, que caiu três posições na tabela e agora é o 11ª colocado com 19 pontos. O Botafogo por sua vez, subiu duas posições, ficando na 7ª com 22 pontos

O Furacão só entra em campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado (17), quando recebe na Arena da Baixada o Atlético Mineiro. No mesmo dia os cariocas vão até Itaquera, enfrentar o Corinthians.

Gols

Com a decisão no meio de semana diante do Grêmio pela Copa do Brasil, o Athletico Paranaense entrou em campo com o time reserva e abriu o placar com Thonny Anderson, que aproveitou a sobra e chutou rasteiro para marcar.

O empate do Botafogo saiu em um vacilo do goleiro Caio. Ao sair mal do gol, ele acabou jogando a bola na cabeça de Luiz Fernando que deixou tudo igual, aos 30 minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa, aos 19, o time carioca chegou ao segundo gol com Carli, mas o árbitro foi conferir o vídeo e anulou. A bola acertou o braço do zagueiro, antes de entrar.

Mas oito minutos depois, veio a virada. Pedro Henrique derrubou Lucas Campos na área. O VAR foi acionado mais uma vez e o arbitro Douglas Marques das Flores marcou pênalti após rever o lance.

Diego Souza foi para cobrança, aos 31 minutos da etapa final, e decretou a virada botafoguense no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Horas: 16h (de Brasília)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Botafogo

Gatito Fernandez; Marcinho, Carli, Marcelo (Kanu), Gilson; Cícero, Gustavo Bochecha (Jean), João Paulo; Pimpão (Lucas Campos), Diego Souza, Luiz Fernando. Técnico: Eduardo Barroca.

GOLS: Luiz Fernando, aos 30 min do primeiro tempo; Diego Souza, aos 31 min do segundo tempo.

Athletico Paranense

Caio; Madson, Lucas Halter, Pedro Henrique, Abner Vinícius; Matheus Rossetto, Léo Cittadini (Pedrinho), Lucho González (Erick) e Tomás Andrade (Vitinho); Braian Romero e Thonny Anderson. Técnico: Tiago Nunes.

Gols: Thonny Anderson, aos 15 min do primeiro tempo.