Bastidores

Cobiçado, Michael terá reunião com agentes para definir futuro

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Cobiçado, Michael terá reunião com agentes para definir futuro

29 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 29 de dezembro de 2019 - 00:00

O habilidoso Michael é cobiçado por clubes como Palmeiras, Corinthians e Flamengo (Foto: Divulgação)

O atacante Michael, premiado na última edição do Troféu Mesa Redonda, foi um dos destaques do Campeonato Brasileiro 2019. Cobiçado por clubes como Palmeiras e Corinthians, o jogador do Goiás terá uma reunião com seus empresários para definir o futuro.

“Falei para os meus representantes que, a partir desse domingo, a gente vai sentar, analisar, ver o que temos e o que não temos para decidir”, disse à TV Globo o jovem Michael, que também já teve seu nome associado ao Flamengo, atual campeão brasileiro e da Libertadores.

Lembrado que o Palmeiras deseja contratar atletas que venham para resolver em vez de apostas, ele respondeu com personalidade. “Não acho que sou uma promessa. Já virei realidade. Minha vontade de vencer é muito maior do que qualquer pressão”, declarou.

Sobre o Corinthians, Michael recordou jogo do último Campeonato Brasileiro e se disse impressionado com o comportamento da Fiel no Estádio Serra Dourada. “Eles cantam muito. Quando fiz o gol, meio que assustei, porque começaram a cantar mais”, declarou.

Com apenas 23 anos, Michael teve uma trajetória de vida complicada e precisou superar problemas com drogas e tráfico para brilhar como jogador de futebol profissional. A despeito do interesse de alguns gigantes, grato ao Goiás, ele garante que seu desejo é permanecer.

“A minha cabeça está aqui. Fico. Se depender de mim, fico”, disse, antes de imaginar como seria enfrentar o atual time. “Não vou conseguir comemorar contra o Goiás. Se falarem: ‘Você vai embora’. Aí, eu vou, mas, se chegar a jogar contra o Goiás, vai ser difícil”, afirmou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.