Esportes

COB anuncia ampliação do programa Esporte Seguro para Tóquio 2020

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de junho de 2021 - 13:26 - Atualizado em 23 de junho de 2021 - 14:00

No Dia Olímpico e a um mês do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) divulgou que vai ampliar, no Japão, o programa Esporte Seguro. O projeto foi introduzido nos Jogos Pan-americanos de Lima em 2019, que visa garantir que todos os integrantes do Brasil, principalmente os atletas, possam realizar suas atividades em um ambiente 100% protegido.

Há dois anos, o programa era desenvolvido a partir de três pilares: Prevenção à lesão, ao Doping e ao Assédio e Abuso no Esporte. A partir deste ano, outros dois foram incorporados: Prevenção ao Racismo e à Manipulação de Competições.

“O COB tem implementado diversos mecanismos para uma prática esportiva segura, como o lançamento dos cursos de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio e Abuso no Esporte e Esporte Antirracista: todo mundo sai ganhando. Nosso objetivo é proteger os atletas para que eles se concentrem exclusivamente em suas competições”, afirma Rogério Sampaio, diretor geral do COB e campeão olímpico.

No Pan de Lima e nos Jogos Mundiais de Praia, em Doha, o COB criou um espaço exclusivo onde a delegação brasileira teve acesso a palestras, jogos e esclarecimento de dúvidas. Já em Tóquio, devido às restrições impostas pela pandemia, o formato do programa será adaptado. Entre as ações previstas, estão o compartilhamento de informações por meio de vídeos e animações via redes sociais, com atletas e oficiais tendo acesso aos canais de ouvidoria e sendo auxiliados a identificar condutas anti-éticas.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.