Bastidores

Cicero vê C. Eduardo abalado por comparações com B. Henrique

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Cicero vê C. Eduardo abalado por comparações com B. Henrique

5 de janeiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 5 de janeiro de 2020 - 00:00

Após uma temporada decepcionante, Carlos Eduardo deve ser emprestado pelo Palmeiras. Na visão de Cícero Souza, gerente de futebol do clube alviverde, o atacante ficou abalado pelas críticas de torcedores, principalmente com as comparações em relação ao flamenguista Bruno Henrique.

O Palmeiras desembolsou R$ 25 milhões para trazer Carlos Eduardo do egípcio Pyramids. Já o Flamengo pagou R$ 23 milhões e emprestou Jean Lucas ao Santos para contar com Bruno Henrique, um dos destaques da premiada campanha de 2019, marcada pelo título da Copa Libertadores.

“Ele tem feito treinos excelentes, mas também tem sofrido muito com uma manifestação pesada por parte da torcida, comparando a contratação dele com a do Bruno Henrique pelo Flamengo. Acho que esse tipo de conta ficou muito pesado para o Carlos Eduardo no ano que passou”, disse Cícero à Rádio Gaúcha.

De acordo com o gerente de futebol, Carlos Eduardo foi monitorado detalhadamente pela equipe de análise de desempenho do Palmeiras ao defender o Goiás na Série B do Campeonato Brasileiro 2017. Uma equipe de 18 pessoas avaliou positivamente o atacante, que deve ser emprestado após marcar um gol em 20 partidas.

“Vamos entender agora se, com as últimas movimentações de mercado, faremos alguma operação mais concreta com ele”, disse Cícero, cuidadoso. “Se não fizermos, sabemos que, potencial, ele tem. O que precisamos é reequilibrá-lo em termos emocionais”, completou.

Ainda sem reforços, o elenco palmeirense se reapresenta na Academia de Futebol na tarde desta segunda-feira e inicia os trabalhos sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo. A viagem aos Estados Unidos para disputar a Copa Flórida está marcada para sábado.