Corinthians

Chega ao fim os contratos de Jemerson e Otero com o Corinthians

Gazeta
Gazeta Esportiva

1 de julho de 2021 - 08:00 - Atualizado em 1 de julho de 2021 - 12:00

O Corinthians não tem mais vínculo com Jemerson e Otero. O contrato da dupla com o clube expirou nessa quarta-feira e, a partir de agora, ambos podem procurar uma nova equipe para jogar.

A diretoria alvinegra até gostaria de manter o zagueiro no elenco, mas a proposta salarial não agradou, e Jemerson deve buscar algo melhor fora do país, já que por aqui ninguém parece disposto a desembolsar o que ele pretende ganhar.

Em seu último ato, Jemerson ficou no banco de reservas contra o São Paulo e chegou a ser chamado para entrar na partida. A substituição, porém, não se confirmou.

Ao todo, ele participou de 21 jogos e marcou três gols. O jogador de 28 anos deixou o Monaco-FRA e acertou com o Corinthians em novembro do ano passado sob o custo de de 680 mil euros, cerca de R$ 4,5 milhões na época, quantia que remete ao “pacote completo”, incluindo a despesa com salário.

Quanto a Otero, há pelo menos três meses é sabido que o venezuelano não ficaria. Houve consenso dentro do Corinthians de que o então camisa 11 entregou muito menos do que se imaginava na ocasião da contratação. O clube, portanto, decidiu não fazer uma proposta de renovação.

Otero trocou o Atlético-MG pelo Corinthians, por empréstimo, sem custos, no fim de agosto de 2020. Nesse período, entrou em 41 jogos e marcou quatro gols.

Ciente de que não ficaria, o jogador se despediu de todos no CT Joaquim Grava assim que partiu para a disputa da Copa América.

Como a Gazeta Esportiva antecipou, as saídas de Jemerson e Otero significam uma redução de aproximadamente R$ 900 mil na folha salarial do elenco.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.