Esportes

CBF exige e Paranaense Feminino 2020 será disputado por Athletico e Imperial

Depois de ser cancelada duas vezes a competição deverá acontecer em maio

Mariana
Mariana Becker
CBF exige e Paranaense Feminino 2020 será disputado por Athletico e Imperial
(Créditos: José Tramontin/athletico)

27 de abril de 2021 - 23:29 - Atualizado em 27 de abril de 2021 - 23:29

A Federação Paranaense de Futebol (FPF), anunciou nesta terça-feira (27), o regulamento e a tabela do Campeonato Paranaense Feminino 2020. A disputa irá acontecer entre Athetico e Imperial em jogos de ida e volta e decide além do título quem fica com a vaga para o Brasileirão Série A2.

Em fevereiro o Coritiba/Toledo havia ficado com a vaga após ser declarado o único com interesse plena na competição, mas a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), exigiu a disputa de pelo menos duas equipes para a decisão.

Em novo arbitral que aconteceu na última sexta-feira (23), ficou definido a partição das duas equipes, o Toledo que estava inscrito anunciou a desistência por motivos internos, segundo a FPF.

Para a reportagem do RIC Mais, o técnico da equipe Jaime Lira explicou porque o clube decidiu desistir.

“Nós estamos criando nosso novo clube na Federação e CBF, seremos o Paranaense Futebol Clube. Vamos ter nossa independência e jogaremos o estadual de 2021 buscando a vaga no A2 de 2022. Demos um passo atrás para poder seguir e fazer nossas parcerias sem intermediários.”

O Toledo era o intermediário entre outros dois times que faziam parceria, Ouro Verde e Coritiba. Segundo o técnico a estrutura pertence ao Ouro Verde e esse time será agora o Paranaense Futebol Clube.

“Toledo e Coritiba entraram apenas com o nome, mas jogadoras, alojamento, centro de treinamento, transporte e toas as despesas, incluindo material esportivo e funcionários são por conta do Ouro Verde F.C.”

Com isso a decisão do estadual está marcada para os dias 01 de maio, às 16h, no estádio Octávio Silvio Nicco e a partida de volta no dia 05 de maio, às 19h30, no CT do Cajú.

Entenda o que aconteceu

A novela sobre o Campeonato Paranaense Feminino 2020 começou em novembro do ano passado, quando a FPF decidiu cancelar a competição por causa do agravamento da Covid-19 no Paraná. O estado contava com pelo menos cinco equipes com interesse na disputa.

Mas em janeiro a CBF deu prazo até o final de março para que fosse realizada a competição com pelo menos dois times para decidir quem ficava com a vaga do Campeonato Brasileiro Série A2. O arbitral foi realizado com três equipes interessadas, na sequência o Athletico desistiu, em seguida Imperial também havia desistido ficando somente o Toledo/Coritiba.

Alguns dias mais tarde o Imperial voltou atrás, conseguiu patrocínio para a disputa e a tabela foi divulgada, os jogos aconteceriam nos dias 17 e 21 de fevereiro. No dia 03 de fevereiro a Federação divulgou boletim anunciando o cancelamento das partidas e concedendo a vaga da competição nacional para o Toledo/Coritiba.

Sendo obrigatório a realização da competição com pelo menos duas equipes disputando a vaga, a CBF exigiu a realização da competição e um novo edital foi divulgado março, arbitral foi realizado na última sexta-feira e partidas entre Athletico x Imperial acontecerão nos dias 01 e 05 de maio.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.